Canal
Geral

Brasil realiza o Global Service Jam

Por: 0 9 de Março de 2011

O fim de semana depois do Carnaval não será de descanso para os participantes do Global Service Jam, que terão 48h para encontrar soluções inovadoras para um desafio comum - que só será conhecido no primeiro dia do evento. Promovido simultaneamente em mais de 30 países, a primeira edição colocará profissionais das mais variadas áreas para pensarem juntos, cada um com a sua experiência profissional, oferecendo diferentes ângulos de visão do mesmo problema, que estará relacionado a serviços.

"Nós vamos trabalhar com equipes multidisciplinares: engenheiros, físicos, psicólogos, administradores... Esse leque de disciplinas é o pilar central do design de serviços", diz Ricardo Ruffo, um dos organizadores do evento em São Paulo, que acontecerá dias 11, 12 e 13/03. A outra pessoa responsável pela organização do Jam paulistano, Juliana Proserpio, completa a ideia. "Esse é um projeto no qual se trabalha com criação em conjunto. As diferentes linhas de raciocínio farão com que se chegue a uma ideia muito mais interessante". O desafio, porém, não se resume apenas a resolver um case. Além de oferecer uma chance para os participantes aumentarem suas redes de contato, o evento vai procurar mostrar a eficiência do design de serviços como ferramenta empresarial. E como o Global Service Jam não tem fins lucrativos, todas as ideias geradas durante o encontro podem ser aproveitadas por qualquer pessoa do mundo. "Todo o conteúdo será em Creative Commons. As soluções serão postadas na internet e os interessados, inclusive empresas, podem usá-las como quiserem", explica Juliana. Ruffo continua o raciocínio. "O objetivo não é criar resultados econômicos para os grupos. Mesmo assim, pode acontecer de alguma ideia ser tão interessante que alguma empresa queira contratar quem pensou nela". E mesmo com todo o trabalho que os participantes terão, os organizadores afirmam que o ambiente será o melhor possível. "O processo será muito cansativo, mas nós queremos que seja uma experiência gostosa para todo mundo. Uma atmosfera legal colabora para o desenvolvimento de boas ideias", finaliza. Além de São Paulo, Belo Horizonte (MG) e Curitiba (PR), também vão receber o Global Service Jam, no Brasil. As 40 vagas da edição paulistana não tinham restrições, sendo que profissionais de qualquer área poderiam ingressar no evento. As inscrições, porém, já estão encerradas.

Tags: