Canal
Geral

<!--:pt-->Bienal do Livro do RJ homenageia EUA<!--:-->

Por: 0 8 de Setembro de 2009

Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro continua com uma antiga proposta de homenagear um país diferente por edição, além de realizar ações interativas, buscando grande participação e interesse do público presente, estimado em 600 mil pessoas para este ano.

bienal-riojpg

O Espaço Mulher e Ponto, patrocinado pela Leader, rede que pela primeira vez marca presença em um grande evento, promoverá debates destinados às mulheres. Os espaços Café Literário e o Auditório dos Grandes Autores também promoverão debates com autores conhecidos do grande público. Serão 100 brasileiros e 18 estrangeiros, sendo 12 norte-americanos. São eles: Arthur Phillips, Eli Gottlieb, Dash Shaw, David Wroblewski, Meg Cabot, David Grann, Larry Rohter, Steven Jay Schneider, Chris Bohjalian, Robert & Kim Kiyosaki e Thrity Umrigar. Essa predominância de autores norte-americanos entre os internacionais se deve à homenagem que a Bienal do Rio fará, com apoio do consulado dos Estados Unidos, ao país. Já passaram pela Bienal carioca, em outras edições, representantes de países como Itália, Portugal, França e Espanha. Em 2007, devido à realização dos jogos Pan Americanos, a homenagem foi feita aos países desses continentes. Uma exposição em homenagem ao falecido José Olympio também fará parte da programação cultural da feira. Com 200 publicações das principais edições de sua editora homônima, a intenção é mostrar como era a arte de editar livros na primeira metade do século XX. O evento literário conta ainda com patrocínio master da Petrobras e do site Submarino, além de Eletrobras, Piraquê (com o espaço de descanso Praça de Leitura), American Airlines (como transportadora aérea oficial) e Light - que patrocinará as visitações escolares, ação importante para o evento. "Grande parte das crianças que vem com a escola acaba atraindo mais gente e voltando com a família", garantiu a organizadora. Em sua vigésima quarta edição a Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro contará com 950 expositores e um milhão de títulos. O investimento na programação cultural do evento - que pode ser conferida no website da Bienal - será de R$ 1,7 milhão, 30% a mais que em 2007. Já o investimento total é de R$ 24 milhões. A expectativa de faturamento é de R$ 44 milhões, 10% a mais que em 2007, que consiste em cerca de 1,8 milhão de exemplares, já que Andrea garante que a média de compra por visitante é de três livros. A Bienal Internacional do Livro acontece de 10 a 20/09 no Riocentro.

Tags: