Canal
Geral

<!--:pt-->Bancos com sorteio e brindes para atrair clientes<!--:-->

Por: 0 11 de Abril de 2010

Os Bancos brasileiros parecem ter descoberto uma estratégia há muito tempo adotada pelas grandes lojas de varejo: a oferta de prêmios para manter ou aumentar a sua carteira de clientes. O Itaú, por exemplo, oferece brindes a quem indicar novos clientes.

itau

A sugestão de um nome vale um CD com coletânea de sucessos do cantor e compositor Roberto Carlos, além de outras opções como um porta canetas. A escala de brindes vai até 20 nomes, que dá direito a um jogo de panelas ou a um rádio relógio, entre outros. O Banco do Brasil (BB) sorteia prêmios entre R$ 1,5 mil e R$ 100 mil em dinheiro, além de TVs LCD e casas aos que mantiverem um saldo médio igual ou superior a R$ 250 no fundo de renda fixa LP100, com aplicação mínima inicial de R$ 100 e taxa de administração de 2,47% ao ano. Para clientes com saldo médio superior a R$ 5 mil no fundo de renda fixa Grande Prêmio, o Santander realiza sorteios mensais de prêmios em dinheiro, além oferecer viagens para a Europa e kits com bonés e camisetas da escuderia de Fórmula 1 Ferrari. A taxa de administração é de 1,6% ao ano e a aplicação mínima é de R$ 5 mil.

santander

O economista Alcides Leite, professor da Trevisan Escola de Negócios, classifica a oferta de prêmios e os sorteios como jogadas de marketing popularizadas pelas lojas de varejo. "As redes populares utilizam desta estratégia há muito, mas entre os Bancos ainda é novidade", afirma o especialista. Fernando Galdi, professor de Finanças da Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), reitera que decisões sobre aberturas de contas e investimentos devem ser balizadas pelos valores das tarifas dos serviços e pelo retorno dos investimentos. "Nunca por prêmios", diz o professor. Para Galdi, após as recentes aquisições e fusões do mercado bancário brasileiro - com o BB comprando a Nossa Caixa, o Itaú fundindo-se com o Unibanco e o Santander adquirindo o Banco Real - ganhar clientes tornou-se algo mais difícil porque os produtos oferecidos são bem semelhantes. "Para fazê-lo, eles são obrigados a buscar novas estratégias, entre as quais os prêmios", conta. Andres Veloso, integrante do Grupo de Estudos de Marketing (Promark), da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA/USP), ressalta que muitos novos clientes são atraídos apenas pelo brinde. Ele crê, porém, que indicar alguém a um Banco é dar muita responsabilidade a um amigo ou conhecido apenas por conta de um presente de baixo valor. "Mudar de Banco ou abrir nova conta é uma decisão trabalhosa e requer a análise de vários fatores", lembra. Aquiles Mosca, superintendente de Investimentos do Santander, diz ter sido criado um fundo com objetivo de associar a imagem do Banco à equipe Ferrari de Fórmula 1, patrocinada pela instituição. "A taxa de administração é relativamente menor que os outros produtos que oferecemos." Fonte: Agência Estado.

Tags: