Canal
Geral

Azul Linhas Aéreas leva o Outubro Rosa ao céu

Por: 0 9 de Outubro de 2013

Aos 43 anos de idade e com duas filhas, a tripulante da Azul Linhas Aéreas Jussara Fátima da Silva superou as dores e angústias causadas pelo câncer de mama. Diagnosticada com a doença aos 40 anos de idade, no seu primeiro exame de mamografia, Jussara é considerada um exemplo de força e superação por seus colegas que a coroaram no dia 03/10, na pista de pouso do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, madrinha das ações de marketing sustentável da empresa durante o Outubro Rosa. O movimento mundial foi criado em 1997, nas cidades de Yuba e Lodi na Califórnia (EUA), e colore ambientes de acesso público de rosa para alertar sobre a prevenção do câncer de mama. Jussara foi a responsável por batizar a aeronave turboélice da Azul, operando com a bandeira Trip. O avião ganhou detalhes em cor de rosa e o nome “Céu Azul e Rosa” para ajudar a levar a campanha também para o céu da Amazônia. “Essa é minha segunda medalha, já que a primeira foi vencer a doença. Penso que iniciativas como essa são importantes para alertar as mulheres sobre a necessidade do autoexame e do acompanhamento médico”, declarou emocionada. [caption id="attachment_332268" align="aligncenter" width="400"] Jussara Fátima é a madrinha das ações de marketing sustentável da empresa durante o Outubro Rosa (Foto: By Facebook Azul Linhas Aéreas).[/caption] Para que as ações cheguem aos clientes, a empresa aposta na capacitação e treinamento dos funcionários, que receberam a missão de repassar informações e dicas sobre o diagnóstico e o tratamento adequado da doença, principal causa de morte entre as mulheres brasileiras. [caption id="attachment_332274" align="aligncenter" width="562"] Jussara foi a responsável por batizar a aeronave turboélice da Azul (Foto: Clóvis Miranda).[/caption] [caption id="attachment_332278" align="aligncenter" width="562"] O avião ganhou detalhes em cor de rosa e o nome “Céu Azul e Rosa” para ajudar a levar a campanha também para o céu da Amazônia (Foto: Clóvis Miranda).[/caption] “Acreditamos que abraçar o Outubro Rosa vai além de disseminar uma campanha, é levar a sério uma doença que é a causa da morte de tantas mulheres, mães, filhas, avós. É inaceitável que uma doença que pode ser facilmente diagnosticada e tratada arrase a vida de tantas famílias”, enfatizou o diretor de Comunicação e Marca da Azul, Gianfranco Beting. [caption id="attachment_332280" align="aligncenter" width="562"] O avião ganhou detalhes em cor de rosa (Foto: By Facebook Azul Linhas Aéreas).[/caption] Participaram da solenidade as voluntárias do Centro de Integração Amigas da Mama (Ciam), da Rede Feminina de Combate ao Câncer e a FCecon, representada pela equipe do Departamento de Prevenção e Controle do Câncer (DPCC), o qual coordena o movimento no Amazonas. Fonte: Joelma Muniz/ Acritica.com

Tags: