Canal
Geral

Aumentam os gastos da Classe C com viagens

Por: 0 6 de Agosto de 2012

Os gastos da Classe C com turismo cresceram 277,3% na última década. Com uma renda de R$ 291,00 a R$ 1.019,00 per capita, a nova classe média passou de R$ 4,4 bilhões no investimento com viagens em 2002 para R$ 16,6 bilhões apenas no primeiro semestre deste ano. O índice é superior à expansão de 100% no mesmo período, média alcançada entre todas as classes brasileiras. No geral, os gastos com viagens nos primeiros seis meses de 2012 foram de R$ 48,1 bilhões, segundo pesquisa do Data Popular.

A baixa renda, com ganho de até R$ 290,00 por pessoa, teve um aumento de 121,7% no setor turístico. De R$ 2,3 bilhões, passou para R$ 5,1 bilhões em 2012. A alta renda, com salários acima de R$ 1.020,00, gastou R$ 17,4 bilhões em 2002 e chegou a R$ 26,4 bilhões este ano, um aumento de 51,7% . Em relação a regiões do País, o Sudeste continua concentrando o maior percentual de gastos, com atuais 50,7% de representatividade. Em seguida está o Sul, com 18,2%, o Nordeste, com 16,3%, o Centro-Oeste, com 9,8%, e o Norte, com 5,1%. Os destaques nesse cenário são para as regiões Nordeste e Norte, que tiveram aumento de 5,1 pontos percentuais e 2,1 pontos percentuais, respectivamente. Os destinos nacionais lideram a vontade do brasileiro de viajar. Segundo a pesquisa do Data Popular, 82,9 milhões pretendem realizar alguma viagem em um ano. A Classe C representa a maior parcela, com 60,4% da população programando alguma cidade brasileira para visitar. A baixa renda representa 24,1% e a alta renda 15,5% dos que planejam passeio. Para destinos internacionais, 25,8 milhões de brasileiros afirmaram que estão programando para os próximos 12 meses. Destes, a classe média representa 52,3%, seguida pela alta renda, com 27,7%, e baixa renda, com 20%.

Tags: