Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

As perspectivas da WLC após o primeiro quadrimestre

Por: 0. 5 de Junho de 2015

A expressão “crise” é forte e pode enviesar a visão do leitor e/ou do ouvinte. Ao ouvirem essa palavra e se depararem com dados fornecidos pelos veículos de comunicação, ao lerem ou assistirem as análises de especialistas financeiros, uma parcela dos empreendedores age de forma conservadora, afinal, garantir a sobrevivência de seus empreendimentos procurando as formas mais seguras e com menos chances de risco é algo natural e totalmente justificável. Porém, existe outra parcela desses empreendedores que, ao contrário da primeira parcela citada, vê na “crise” uma nova gama de possibilidades, de chance de aprendizado, aprimoramento, e, por que não, lucro.

Foto: Divulgação.
wlc marketing de incentivo Como vimos em outra matéria desse mês, existem organizações e profissionais com esse mindset. Eles têm conseguido, mesmo com o cenário de cautela atual, desenvolver seus negócios, alcançar os objetivos desejados e superá-los de forma satisfatória. A WLC tem integrado e apoiado esse grupo fornecendo soluções e auxiliando os que mantêm o incentivo como uma das ferramentas para superar a “crise” a alcançarem seus objetivos. Com a palavra, Isaque Carvalho, gerente de Trade Corporativo da WLC: “Há uma parábola que diz o seguinte: Era uma vez uma indústria de calçados que desenvolveu um projeto de exportação de sapatos para a Índia.  Em seguida, mandou dois de seus consultores a pontos diferentes do país para fazer as primeiras observações do potencial daquele futuro mercado.  Depois de alguns dias de pesquisa, um dos consultores enviou o seguinte e-mail para a direção da empresa: “Chefe, cancele a produção, pois aqui ninguém usa sapatos”. Sem saber desse e-mail, o segundo consultor mandou à direção da empresa a seguinte observação: “Chefe, triplique a produção, pois aqui ninguém usa sapatos.” "Moral da História: A diferença do vitorioso é que ele foca na resolução do problema e não apenas no problema, e enfrenta os desafios apresentados”. Por que estou citando esta parábola – desde o ano passado? Existe no nosso País um cenário de pessimismo em todas as camadas da sociedade, onde somos bombardeados pela mídia com notícias e mais notícias que a nossa economia está na UTI e respirando por aparelhos. Será? Por aqui não chamamos de crise, e sim de pausa. Pausa para rever nossos conceitos na excelência de nossos serviços, na estratégia com foco nas novas oportunidades de negócios, no atendimento face to face, enfim, avaliar conceitos básicos que qualquer organização independente do tamanho deve adotar para manter-se respirando. Ah! Não posso deixar de citar que por aqui os números deste primeiro quadrimestre (2015) superaram os do mesmo período de 2014. Portanto… “ Enquanto uns choram, outros vendem lenços.”  Um abraço e seja feliz!” Isaque Carvalho. Gerente Trade Corporativo da WLC.

Tags: