Canal
Geral

Os brindes que marcaram os 5 anos do Promoview

Por: 0 28 de Dezembro de 2011

Ah! Os brindes. Todo mundo gosta. Todo mundo quer. Toda marca faz uso deles para ativação. Alguns têm uma utilidade duradoradoura; outros acabam tendo um valor sentimental; uns são úteis; alguns "inúteis". Causam alegria e também geram polêmica. Mas, uma coisa é certa. Fazem uma grande diferença nas ações de marketing promocional. Dando continuidade ao review de cinco anos do Promoview, hoje é a vez deles aparecerem com destaque na nossa página. As empresas que produzem brindes estão cada vez mais criativas e, sustentáveis, para poder atender a grande demanda. Vamos começar com um artigo escrito por Marina Pechlivanis, que retrata os brindes distribuídos nas feiras e, por que as marcas devem investir nos brindes promocionais? Veja aqui. A paixão por eles é tanta, que no Fashion Rio acabou sendo motivo de confusão. Isso sem falar, é claro, das polêmicas que os do McDonald's causaram mundo afora. Em São Francisco e em mais quatro Estados americanos, eles foram proibidos. Em contrapartida, na Alemanha, quando o McDonald's transformou um porta-guardanapo em brinde, ele foi o maior sucesso. Assim como, aqui no Brasil, os que vem no McLanche Feliz ainda atraem a criançada. A Unilever foi uma das primeiras marcas a aparecer no Promoview fazendo uso dos brindes. No ano de 2007 ela ativou Becel e AdeS com eles; levou promotoras aos pontos de venda; deu voucher para passeio de voo cativo em Barretos (SP) com Rexona e alegrou as crianças no Morumbi Shopping com AdeS Nutrikids. No seu aniversário, a Dreams Arquitetura de Ideias prestigiou os clientes com um gracioso gift. Teve quem derreteu gelo para ganhar um; a Coca-Cola esteve na casa do consumidor e mostrou que mãe é 'essa Coca-Cola toda'. Distribui esmalte e gloss na Europa e usou outdoor interativo. Aa Toyota estreitou laços com seus consumidores; o Ano da França no Brasil foi homenageado pelo Café do Ponto e a Endereço Certo jogou dado no Big. O Farol Shopping desfilou pelo litoral catarinense. Doritos esquentou o Carnaval da Bahia e Pernambuco. Copos foram escondidos pela Heineken; "Vovô Coxa" visitou as maternidades; passagens aéreas caíram do céu; sorvetes ativaram o Festival de Salvador em 2009; a Artwalk distribuiu brindes exclusivos e entrou no clima da Copa do Mundo na África. A TIM usou paraquedas; a Equipe de Promoção Fritz & Frida esteve no litoral gaúcho; a Hannah foi de "Cão Fiel". A Campus Party foi invadida pelos brindes em 2010. O Verão BR Mania esteve em nove Estados brasileiros no verão. O mercado imobiliário não ficou de fora, assim como os Bancos. A Shell apostou na parceria com a Ferrari. Johnson's Baby encantou as crianças, o mesmo sendo feito pela Grendene. A Básica Assessoria de Imprensa agradou os clientes. O pendrive entrou na moda para ser usado como brinde e, Balneário Camboriú (SC), virou um. Club Social fez a alegria de muita gente com suas latinhas. O espírito infantil foi evocado pela Imobiliária Leonardo Rizzo. Teve brinde que foi ganho no grito com Kuat e McDonald's. Vibradores causaram polêmica, assim como os grandes decotes. Os pinguins invadiram as praias por Antarctica e a Kombi foi usada para distribuí-los nos Estados Unidos. O brinde do ano em 2010 você pode ver aqui.

Tags: