Canal
Geral

<!--:pt-->Ari Hartmann e sua ida para a Biruta<!--:-->

Por: 0 1 de Janeiro de 2010

Melhores 2009 Era Julho e a Biruta anunciava a chegada de um dos mais experientes profissionais de marketing promocional do país. Ari Hartmann trouxe para a Biruta sólida experiência nacional e internacional na implementação de estratégias de ações promocionais no Brasil, Estados Unidos, Portugal, Alemanha, França, Itália, Suíça, África do Sul e Irã apoiadas pela vasta formação acadêmica em níveis de graduação e extensão, com destaque na atuação como professor universitário. Ao assumir, Ari deu uma entrevista exclusiva ao Promoview. birutalogo1 Promoview: Como foi a escolha de vir para o time da Biruta? Ari Hartmann: Foi uma escolha das duas partes. Me encontrei com o Rafael Liporace na ponte aérea e ficamos de nos falar. Conversamos e fechamos. Muito promocional esta história (risos). Promoview: Você chega à Biruta com o desafio de assumir uma área estratégica, que é a de novos negócios. Quais são as suas perspectivas? Ari Hartmann: As melhores possíveis. A estrutura da Biruta é impressionante, e permite o desenvolvimento de diversos projetos simultaneamente. Vamos elaborar uma estratégia de ação com foco no que fazemos de melhor, inovar. Muito em breve novos negócios irão surgir. Promoview: Você assume uma área que, em geral, é afetada diretamente por crises como a qual a economia mundial passa. Você acha que a Biruta tem como crescer nesse momento? Ari Hartmann: Nunca vi crise para criatividade. Acho que principalmente agora o mercado está ávido por ideias novas, para quebrar de vez com um monte de paradigmas. Para a Biruta e para mim isso sempre foi a "especialidade da casa", e este foi o grande facilitador da nossa união. Promoview: Você tem mais de 30 anos de experiência, dos quais 16 por uma única empresa (a Hartmann Promoções). Como você avalia a chegada dessa bagagem em uma equipe tão jovem, com a da Biruta, que tem menos de seis anos de estrada? Ari Hartmann: Essa bagagem vem para encurtar caminhos e alargar horizontes. O DNA da Hartmann sempre foi a criatividade. Sempre fui procurado para fazer coisas novas, que ninguém havia feito antes, e este também é o DNA da Biruta. Me sinto tão jovem quanto esta equipe. A minha vinda para cá foi uma espécie de injeção de células tronco. Promoview: Uma coisa que os sócios da Biruta sempre falam é que contratam profissionais pelo seu "brilho no olho", pela vibração com todas as conquistas, inclusive as pequenas. Você acha que, depois de tanta coisa vivida na sua profissão e tantas conquistas, ainda tem esse "brilho no olho"? Ari Hartmann: No dia que perder eu paro. Venho me modernizando constantemente, e tenho sido reconhecdo por isso. Ano passado, com um trabalho para a Petrobras, conquistei o IABC 2008 Gold Quill Award Winners, da International Association of Business Communications em New York - USA, na categoria Outdoor 3D, com o  Case "Biking for Energy", a única empresa brasileira vencedora entre 1.040 cases de 30 países. Quem não tem brilho por aqui? Promoview: Qual era a visão que você tinha da Biruta antes, quando competia com ela no mercado? E qual a que tem agora? Ari Hartmann: Estou apenas há quatro dias na Biruta, mas já deu para sacar que esta empresa parece um comprimido efervescente em um copo d´água. Entendo claramente agora porque era tão difícil ganhar dela. Eu percebia esta inquietude nas suas propostas e ações. Promoview: Qual visão tem da Biruta agora? Ari Hartmann: A visão que tenho da Biruta hoje? Uma empresa em ebulição, onde tudo acontece de uma forma planejada, com conceitos bem definidos e que agora tem um cara com tempo de janela suficiente para acelerar e fundamentar ainda mais esse processo. [caption id="attachment_21689" align="aligncenter" width="400" caption="Ari Hartmann."]Ari Hartmann[/caption]

Tags: