Canal
Geral

Apple lidera o ranking BrandZ Top 100

Por: 0 29 de Maio de 2015

A Apple lidera o ranking BrandZ Top 100, realizado pela WPP e a Millward Brown, que elege as marcas mais valiosas do mundo. Com produtos como o iPhone 6 e o AppleWatch, a empresa chefiada por Tim Cook conseguiu manter sua fama de inovação entre os consumidores. Em um ano, o valor de marca da Apple cresceu 67% chegando a US$ 247 bilhões. Enquanto o Google, em segundo lugar, cresceu 9% e chegou a US$ 173,7 bilhões. No ano passado, a gigante de buscas ocupou o primeiro lugar no levantamento. Na terceira posição, a Microsoft está avaliada em US$ 115,5 bilhões, crescimento de 28% no período. No total, o valor das cem marcas que compõem o ranking cresceu 14%, para US$ 3,3 trilhões. AppleA categoria das empresas de tecnologia foi a que apresentou melhor desempenho, com crescimento de 24% no último ano. A marca que mais cresceu foi o Facebook, com avanço de 99%, na décima-segunda posição. A novidade no ano foi a entrada da chinesa Alibaba no ranking, ocupando a décima-terceira posição com um valor de US$ 66,4 bilhões, deixando Amazon e Walmart para trás. O BrandZ Top 100 combina métricas baseadas em entrevistas com consumidores e uma análise rigorosa dos indicadores financeiros de cada uma das companhias avaliadas. A América Latina não foi representada com nenhuma marca no ranking. De acordo com Fuentes, o desafio das empresas latinas é de expandir atuação além da região. As Dez Marcas Globais Mais Valiosas em 2015: Apple Valor: US$ 247 bilhões Variação em um ano: +67%. Google Valor: US$ 174 bilhões Variação em um ano: +9%. Microsoft Valor: US$ 115 bilhões Variação em um ano: +28%. IBM Valor: US$ 93 bilhões Variação em um ano: -13%. Visa Valor: US$ 91 bilhões Variação em um ano: +16%. AT&T Valor: US$ 89 bilhões Variação em um ano: +15%. Verizon Valor: US$ 86 bilhões Variação em um ano: +36%. Coca-Cola Valor: US$ 83 bilhões Variação em um ano: +4%. McDonald´s Valor: US$ 81 bilhões Variação em um ano: -5%. Marlboro Valor: US$ 80 bilhões Variação em um ano: +19%.

Tags: