Canal
Geral

Apple está tendo um mês agitado em todos os departamentos

Por: 0 21 de Outubro de 2013

Entre rumores sobre o novo iPad, cortes na produção do recém-lançado iPhone 5C e novidades no desenrolar da aprovação de sua nova sede, na Califórnia, o mês de outubro tem sido bem agitado para a Apple em praticamente todos os seus departamentos. No dia 16/10, o San Jose Mercury News publicou a informação de que o conselho municipal de Cupertino - onde ficará o prédio cujo design futurístico se assemelha a uma nave espacial – deu o sinal verde para que a Apple prossiga com o desenvolvimento e a construção do edifício, no qual trabalharão mais de 12.000 funcionários e colaboradores da empresa. [caption id="attachment_335720" align="aligncenter" width="560"] A autorização foi concedida dois anos após o criador da companhia Steve Jobs apresentar o projeto pessoalmente ao conselho local.[/caption] Ainda no dia 16/10, Fran Shammo, executivo-chefe da área financeira da Verizon, uma das líderes em telefonia móvel no mercado americano, confirmou em entrevista para a Reuters as informações de que a demanda pelo recém-lançado iPhone 5C (que custa US$ 99 no mercado americano) está abaixo do estimado.  A baixa procura levou a Apple a cortar a produção do aparelho, no qual apostava para ganhar mercado junto a consumidores de menor poder aquisitivo, especialmente em países emergentes, onde não tem conseguido competir por mercado com a rival Samsung, cujo portfólio de opções, em preços e modelos, é muito mais vasto. Em contraponto, Shammo lamentou que a Apple não tenha conseguido repor os estoques para o iPhone 5S. Ele afirmou que mais da metade das ativações de linhas da Verizons para smartphones no trimestre foram para clientes com iPhone – e que os números poderiam ser ainda superiores caso consumidores não tivessem desistido da aquisição por conta da falta do aparelho nas lojas. Por fim, a empresa confirmou nessa semana um evento para o dia 22/10, no qual deve apresentar a nova versão do iPad, que permanece líder absoluto por marca no segmento, mas recentemente perdeu mercado para os tablets com sistemas Android. Fonte: Agência Reuters.

Tags: