Canal
Geral

Aplicação põe street-art dentro de um museu de arte antiga

Por: 0 12 de Junho de 2012

A street-art tem percorrido um longo e interessante caminho até chegar onde está hoje. Considerada a primeira arte verdadeiramente democrática, terá com certeza um lugar de destaque nos livros de história da arte deste século. Em termos comerciais, curiosamente, a arte de rua tem vindo a ocupar o papel que a Pop Art ocupou em tempos. Na Holanda, a agência Brilliant After Breakfast fez uma aplicação para smartphone com a intenção de hackear um dos mais famosos museus de Amsterdam, o Rijksmuseum. Quando os visitantes do museu escaneavam os quadros com os telefones, uma outra exposição podia ser vista. A agência explicou que a ação foi feita querendo preencher, por intermédio de criatividade digital, a falha que há entre obras de arte antigas e a sociedade moderna. Particularmente interessante é a obra O Cisne Ameaçado que ganha uma leitura completamente diferente quando é escaneado. Sobreposta aparece a inscrição Royal Dutch Airlines no que podia uma ação de brand awareness da companhia aérea holandesa com toque guerrilha. Mas veja o fantástico vídeo:

Tags: