Canal
Geral

Alexis Pagliarini fala sobre workshop da Ampro em Cannes

Por: 0 18 de Junho de 2010

Falta menos de uma semana para o workshop da Ampro em Cannes. O encontro entre Rodrigo Rivelino, presidente da Aktuell, e Luciana Feres, diretora de marketing da Coca-Cola no Brasil, acontece no dia 23/06, das 12h30 às 14h30 (08h30 às 10h30 horário de Brasília). [caption id="attachment_61007" align="aligncenter" width="560"] Alexis no Festival Cannes Lions 2007, um ano antes do primeiro workshop da Ampro.[/caption] Alexis Pagliarini, VP da Ampro, vai mediar a conversa, cujo título é "Sports Power! How Sports Events Can Generate Huge Business Opportunities" (O poder dos esportes - como eventos esportivos podem gerar grandes oportunidades de negócio). Promoview conversou com ele sobre o retorno a Cannes, a mudança do nome da categoria Promo para Promo & Activation e as perspectivas de futuro para o mercado. Promoview: Quais as expectativas desse retorno da Ampro a Cannes em 2010? Alexis Pagliarini: A Ampro foi a primeira organização ligada a Promo a realizar um workshop no Cannes Lions (em 2008 – workshop “Giving is Taking”, focado na força do gifting). O retorno ajuda na consolidação da liderança da instituição, não só no Brasil, como na América Latina, onde participa ativamente das ações da Fimapro (Federação Interamericana de Marketing Promocional). Com uma participação constante no Cannes Lions, a Ampro deve se tornar referência no mercado internacional de marketing promocional. Promoview: Fale um pouco mais sobre o foco do workshop da Ampro e o que ele busca despertar nos profissionais presentes. Alexis Pagliarini: O workshop “Sports Power!” focará a força do esporte no momento em que o Brasil se prepara para receber os dois maiores eventos esportivos do mundo (Copa do Mundo de Futebol e Olimpíadas), além de outros dois de grande importância: os Jogos Mundiais Militares, em 2011 e a Copa das Confederações, em 2013. Procuraremos passar nossa visão acerca dessa importante atividade na elevação e ativação de marcas e na geração de negócios. Tendo palestrantes de áreas diversas (Rivellino, da Aktuell – uma agência de promoção e ativação – Feres, diretora de uma das empresas que mais se utilizam do esporte – Coca-Cola – além de um executivo da Embratur, instituição dedicada ao turismo, que tanto se beneficia de megaeventos esportivos), esperamos passar uma visão bastante ampla, estimulando os presentes a enxergar o esporte como uma poderosa ferramenta de marketing. Promoview: Como você enxerga o crescimento das inscrições para Promo & Activation em 2010 e quais as suas previsões para 2011? Alexis Pagliarini: O mix de marketing vem se modificando bastante nos últimos anos. A propaganda já não reina sozinha no universo mercadológico. A internet – cada vez mais onipresente – e as atividades promocionais e de ativação ganham – e continuarão ganhando – peso e importância, criando entre as agências estruturas muito mais parecidas com o formato do marketing promocional do que da propaganda. Promoview:  Você acredita que a mudança do nome da categoria na premiação (de Promo para Promo & Activation) reflita também uma adaptação na percepção que o mercado publicitário global tem desta disciplina? Alexis Pagliarini: Não acho necessária a mudança. Considero o nome Promo suficientemente abrangente para abraçar Activations. O mercado global já está se moldando a novas formas de criação e efetivação de atividades de marketing. A tendência é a de termos criativos muito mais ecléticos, que pensam numa boa ideia e não necessariamente numa disciplina e uma rede de especialistas capazes de viabilizar as mais diferentes especialidades em torno da big Idea. Promoview: Você considera que promo é percebida no mercado global de forma diferente do mercado brasileiro? Alexis Pagliarini: O Brasil é um grande player mundial e está em plena sintonia com os movimentos internacionais. O fato de estarmos apresentando mais esse workshop, demonstra a nossa capacidade crescente de liderar tendências. Pouco a pouco, o mundo se molda a um formato mais multidisciplinar de marketing e o Brasil está nesse mesmo processo.

Tags: