Canal
Geral

ABRH-RJ premia cases inovadores de gestão com pessoas

Por: 0 28 de Novembro de 2013

A importância de investir na gestão com pessoas foi celebrada, na segunda-feira (25/11), na 33ª edição do Prêmio Ser Humano - organizado pela Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RJ) no Vivo Rio, no Centro. Empresas de todo o Estado competiram para ter seus cases reconhecidos nas categorias de Média e Grande Empresa, Micro e Pequenas Empresas e Organizações Públicas, também foram premiados estudantes que desenvolveram trabalhos acadêmicos que destacam a importância do RH no mundo empresarial. [caption id="attachment_345023" align="aligncenter" width="580"] Cerimônia do Prêmio Ser Humano (Foto: Divulgação/ABRH-RJ).[/caption] Este ano, cada categoria teve três vencedores.  Como incentivo a mais, as empresas e profissionais vencedores poderão, pela primeira vez, usar um selo, com identidade visual elaborada pela ABRH-RJ, comprovando que foram vencedores do Prêmio Ser Humano. A cerimônia contou com a presença dos secretários de Trabalho e Emprego do município, Augusto Ribeiro; e do Estado, Sérgio Romay, da presidente da ABRH Nacional, Leyla Nascimento, além de gestores e diretores de empresas como Firjan, Sebrae, Losango, Petrobras, Capemisa e Endesa Brasil. "A premiação de três cases por categoria, ao invés de apenas um, foi para acompanhar o crescimento da Gestão com Pessoas. Nos últimos três anos houve aumento recorde de 247% no interesse de organizações em terem suas políticas de RH reconhecidas e é com profundo orgulho que a associação trabalha para premiar e estimular essas práticas", destacou o presidente da ABRH-RJ, Paulo Sardinha. Na categoria Média e Grande Empresa foram premiadas Light, com o case "Programa Vida! - Construção de uma Cultura de Valor à Vida e Acidente Zero"; ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), com o case "Gestão do Conhecimento: A Prática que Gera Aprendizado Organizacional"; e Visagio, com o case "A Retenção de Talentos no Mercado de Consultoria". Entre as Micro e Pequenas Empresas, ganharam a ComKit - Kits Automotivos, com o case "Os Benefícios da Educação Corporativa para as Micro e Pequenas Empresas", a Hiperbárica Hospitalar, com o case "A Utilização da Alegria como Oxigênio nos Tratamentos Interpessoais" e Officilab Farmácia de Manipulação, com o case “Gestão de Competência de Pessoal - Foco em Treinamento e Capacitação". Da categoria Organizações Públicas, receberam o prêmio a Eletrobras, com o case "Implantação de Políticas e Práticas Unificadas de Carreira e Remuneração", o Hospital Eduardo Rabello, com o case "Implantação de Modelo de Gestão Baseado no Programa de Excelência em Qualidade" e o Núcleo Estadual do Ministério da Saúde do Rio de Janeiro (Nerj), com o case "Preparação para Aposentadoria". Convidado a entregar um dos troféus, o secretário Sérgio Romay reconheceu a importância da gestão de pessoas para o crescimento do Estado. "De janeiro a outubro deste ano foram criados 90 mil postos de trabalho no Estado e o desemprego está em 4,2%, o menor dos últimos anos. O capital mais valorizado é o humano, então temos que investir em nossos profissionais. Temos muito a crescer", destacou. Já os estudantes premiados em Trabalhos Acadêmicos foram Bruno Estevan Martinelli Amaro, com "A Geração X e Y e as Diferentes Bases de Comprometimento Organizacional" do Mestrado Profissional em Administração de Empresas pela PUC-Rio, Flávia dos Santos Pereira, com "A Importância da Educação Corporativa para a Gestão Responsável de Crise", da graduação em Comunicação Social – Relações Públicas pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso (Facha); e Maria Aparecida Henrique, com "Employer Brand - Gestão de Marca para a Atração, Engajamento e Retenção de Talentos", do Mestrado em Administração pela Universidade François Rabelais – França. A noite também teve a estreia da categoria "Case Profissional", vencido pelo case "Projeto Nova Gestão", apresentado pela Angélica da Silva Parreira Corrêa, da empresa Pássaro Livre, de Petrópolis.

Tags: