Canal
Geral

Abih aponta os efeitos da crise na hotelaria carioca

Por: 0 29 de Julho de 2015

A hotelaria carioca, em plena expansão e com dezenas de hotéis em obras para inaugurar até os Jogos Olímpicos, vem sentindo os efeitos da crise econômica. De acordo com pesquisa mensal da Associação Brasileira de Hotéis do Rio (Abih-RJ), a taxa de ocupação fechou em 62% no mês de maio, indicando uma retração em comparação ao mesmo período de 2014 (71%). Vale ressaltar que desde dezembro de 2014, a taxa de ocupação vem se mantendo em torno de 65% de ocupação. Estima-se que 796 mil visitantes tenham se instalado nas unidades de hospedagem da cidade. Destes, 511,3 mil seriam originários de diversas regiões do Brasil, e o correspondente a 284,7 mil seriam provenientes do exterior. Em relação ao número total de hóspedes recebidos em maio de 2014, estima-se uma retração de 16%.

Foto: Ricardo Zerrenner/Riotur.
[caption id="attachment_476158" align="aligncenter" width="562"]Copacabana Copacabana, o bairro mais procurado por turistas no período.[/caption] O bairro mais procurado foi Copacabana, concentrando 66% das hospedagens. Os hotéis três estrelas ganharam destaque, registrando a melhor ocupação das categorias, com 71%. Os turistas nacionais foram responsáveis por 64% das diárias vendidas no período. As principais cidades de origem continuam sendo as pertencentes ao estado de São Paulo: 32% (25% da capital e 7% do interior). No mesmo período do ano passado, este percentual situou-se em 34%. Já entre os visitantes estrangeiros, que representaram 36% dos room nights vendidos no período, verificou-se a predominância de europeus (12%). Em uma análise por país de origem, os americanos foram os que mais se destacaram (7%), seguidos pelos argentinos (3%). Em relação à motivação da visita à cidade, as viagens de negócios ou trabalho foram os principais motivos de estada no Rio de Janeiro, representando 40%, contra 52% no mesmo período registrado no ano anterior. Em seguida, estão os 36% que vieram a lazer, acima dos 30% representados no ano passado.

Tags: