Canal
Geral

Abertas as inscrições para concurso de fotografias no MS

Por: 0 30 de Julho de 2014

A Fundação de Cultura do Governo de Mato Grosso do Sul lançou a terceira edição do  que selecionará trabalhos inéditos produzidos por fotógrafos profissionais ou amadores por meio da temática da Noroeste do Brasil, ferrovia que consolidou a identidade do Estado. No concurso de fotografias serão selecionadas vinte fotografias que passarão a compor o acervo do Museu da Imagem e do Som. Os três primeiros colocados serão premiados com R$ 3 mil, R$ 2 mil e R$ 1 mil, respectivamente. Os candidatos classificados do 4º ao 20º lugar receberão Certificados de Menção Honrosa. Além de integrarem o acervo do Museu da Imagem e do Som de Mato Grosso do Sul, as fotografias selecionadas no concurso de fotografias, serão apresentadas em exposição especial, aberta ao público, ainda este ano. concurso de fotografiasAs inscrições para o concurso de fotografias podem ser feitas até o dia 11/08, e cada candidato poderá enviar no máximo três fotografias, que não poderão sofrer interferências manuais e/ou digitais, sejam retoques, montagens, cortes ou qualquer outra modificação. As imagens poderão ser captadas por meio de câmeras analógicas ou digitais, coloridas ou em preto e branco, devendo ser enviadas em formato digital e impresso. O Concurso de Fotografias Patrimônio Histórico e Cultural de Mato Grosso do Sul – Nossa Identidade/ NOB 100 anos procura fomentar e valorizar o registro do patrimônio histórico e cultural de Mato Grosso do Sul, compreendido por obras, celebrações e ofícios que simbolizem a diversidade cultural de nosso Estado, sejam de cunho histórico, estético, arqueológico, científico, etnológico ou antropológico. Nesta edição do concurso de fotografias, as imagens devem se relacionar à Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, especificamente o conjunto que se encontra em Mato Grosso do Sul, como objetos, edificações, maquinário e outros itens que representam ou podem representar o patrimônio histórico e cultural. Podem ainda servir como temática práticas e domínios da vida social que se manifestam em relação ao tema proposto em saberes, ofícios e modos de fazer; celebrações; formas de expressão cênicas, plásticas, musicais ou lúdicas; ou ainda as práticas, representações, expressões, conhecimentos e técnicas – com os instrumentos, objetos, artefatos e lugares culturais que lhes são associados – que as comunidades, os grupos e, em alguns casos, os indivíduos, reconhecem com parte integrante de seu patrimônio cultural. O edital está disponível na página da Fundação de Cultura. Outras informações poderão ser obtidas pelo e-mai: [email protected]

Tags: