Canal
Gente

O buffet corporativo nas confraternizações de fim de ano

Por: Tatyane Luncah. 3 de Dezembro de 2015

As festas corporativas de confraternização reúnem um número super variado de colaboradores. As empresas podem organizar e oferecer estes momentos para apenas alguns deles dentro do seu próprio local de trabalho ou reunir mais de mil pessoas em um evento que dure a noite toda.

Em qualquer caso, 'comes & bebes' costumam ser oferecidos antes ou após discursos e premiações de reconhecimento. E saber o que oferecer ajuda a colocar todos naquele clima de alegria e celebração das vitórias conquistadas.

Às vezes, são reunidos participantes que aceitam perfeitamente um coquetel com aqueles que entendem que a ocasião pede na verdade um belo de um churrasco. Então, a quantidade de pessoas pode influir no cardápio tanto quanto a diversidade dos convidados e as características do evento.

Portanto, na hora de contratar um buffet corporativo, é importante investir naquele que também tenha a expertise de uma agência de eventos, porque são estes que saberão casar todos os elementos deste momento superimportante para a empresa e cheio de diversidade com relação aos seus participantes.

Na maioria das vezes, o cliente tem uma ideia sofisticada e delicada para fazer sua festa de confraternização. Costuma pedir sempre um cardápio de coquetel com prosecco ou champagne e acaba mudando de ideia na primeira reunião de degustação.

Na Nectar Gastronomia, agência de gastronomia corporativa do Grupo Projeto 10 em 1, o experiente head chef Eugenio Lorainev tenta passar para o cliente que, na maioria destas festas, os participantes gostam de beber muito mais do que comer, e que, sendo assim, a comida não pode ser delicada como canapés frios bem elaborados típicos de coquetéis de luxo. Mas devem ser práticas e atrativas, como as comidinhas di buteco, que acabam por levar os convidados a saborearem o cardápio o tempo inteiro.

"Cardápios deste tipo, podem apresentar bolinhos variados como o "pérola negra" (bolinho de feijoada) ou  o "crispy" (batata recheada com costela); "sanduichinhos de ragú de rabada ao vinho", dentre outros que fazem a diferença nas minhas festas de confraternização.", comenta o chef Eugenio Lorainev.

Nas festas com bastante cerveja, chopp e caipirinha, ainda é importante também oferecer um buffet muito preparado com doces para serem servidos no meio e no final da festa. Desta forma, os convidados podem aproveitar bastante o evento, voltar tranqüilos para casa e ter muitos assuntos gostosos para comentar no dia seguinte. "Na hora da despedida, entregamos um bombocado gelado para todos os convidados comerem ao saírem do local.", explica o Chef Eugenio Lorainev.

Parecem detalhes; mas é fundamental garantir que todos aproveitem e relaxem neste momento de desprendimento e confraternização.


 

Tags: