Canal
Gente

F.biz promove reestruturação na Criação

Por: Redação. 15 de Julho de 2020

Coincidindo com a celebração de seus 21 anos – completados no dia 13 –, a F.biz anuncia a reestruturação da Criação. 

Esta mudança está baseada em quatro pilares que a agência acredita fortemente: maior integração entre conteúdo e criação, mais foco no digital, maior diversidade entre os colaboradores e mais horizontalidade no jeito de trabalhar. 

Confira as movimentações do mercado aqui.                                   

Por conta disso, as áreas de Conteúdo e Criação foram juntadas, formando um só time. Assim, a F.biz pretende potencializar sua criatividade, principalmente em meios digitais. 

Somado a isso, a pluralidade de talentos vai enriquecer ainda mais os trabalhos por conta de seu background diverso. E tudo isso só existe por conta da horizontalidade, onde todos os colaboradores têm a liberdade e a abertura para contribuírem com ideias, sem ficarem presos a uma estrutura hierárquica engessada.

“A F.biz nasceu há 21 anos, praticamente com o começo do digital no Brasil. Passamos por muitas reinvenções para sempre estar à frente do mercado. Essa mudança é o começo da mais nova reinvenção na forma de trabalho – trazendo mais diversidade e horizontalidade – e na entrega – com a junção das áreas de Conteúdo e Criação e o foco ainda maior no digital.”, explica Roberto Grosman, sócio e co-CEO da F.biz.

Portanto, a partir de agora, a Criação passa a ser liderada por Ícaro Abreu (ex Mutato) que assume o posto de vice-presidente da área. O profissional, que possui mais de 20 anos de experiência, terá o apoio de duas duplas de diretores de Criação: Fernanda Fontes e Andrés Puig, que antes ocupavam os cargos de diretora de Conteúdo e diretor de Arte; e Joana Mendes e Fabiano Pinel, este que está na agência desde outubro do ano passado. 

Joana é a fundadora do YGB, único banco de imagens de mulheres negras feito por mulheres negras, e agora passa a integrar o time de colaboradores da F.biz. 

Essa reestruturação também contempla a saída de Adriano Alarcon, que decidiu deixar o posto de CCO (Chief Creative Officer). Seu desligamento foi um processo planejado em que ele e a direção da agência trabalharam para que os planos de transformação, que já estavam em curso, seguissem inabaláveis. 

O diretor de Criação Alexandre “Nego Lee” Popoviski também se desligou da agência.

Tags: São Paulo | agência