Canal
Gente

Apesar da crise, empresas “não abrem mão” do brinde de fim de ano

Por: Victor Colucci Manfrini. 19 de Novembro de 2015

Apesar do cenário de incertezas e ajustes na área econômica do País, as empresas “não abrem mão” do tradicional brinde de fim de ano para clientes e funcionários. Segundo o site de busca da internet, há um aumento de quase 60% nas pesquisas pelo assunto. Isso acontece porque esses presentes personalizados reforçam o relacionamento com clientes, parceiros e colaboradores, e ainda reafirmam os pontos positivos da marca.

Porém, na hora de escolher o brinde sobram dúvidas do que dar. Como agradar e ainda ser lembrado por aquela ação? Afinal, um esforço de marketing não pode e não deve ser esquecido facilmente. Por isso, é preciso entender os clientes que serão presenteados, lembrando que cada um tem um perfil diferente. E depois escolher de acordo com a importância dos relacionamentos, levando em conta presentes que vão agradar a todos eles. Escolher algo útil também é muito importante, assim o cliente irá manter o brinde por mais tempo e usá-lo sempre que necessário, lembrando-se da sua marca.

Mesmo em momentos de crise, não dá para “deixar de lado” a ação de fidelização e agradecimento pelo ano de trabalho. De qualquer forma, a instabilidade econômica traz consigo uma palavra de ordem: “economizar e economizar”. Mas quem pesquisa sabe que existem brindes em diversas faixas de preço.

Você pode comprar algo mais simples em grande quantidade ou algo mais particular em quantidades menores - de acordo com a sua clientela.

Produtos comprados em grande quantidade são mais fáceis de negociar, pedir um desconto ou uma condição de pagamento diferenciada. Toda negociação é válida. Até porque essa flexibilidade pode ajudar tanto a companhia quanto o fornecedor de brindes. Nesse mercado, fazer várias cotações acaba sendo uma forma de economia. A diferença entre um fornecedor e outro, em relação aos preços e condições de pagamento, pode ser grande e garantir o fechamento ou não de um bom negócio.

Para agilizar a busca, os clientes podem utilizar os portais que reúnem dezenas de fornecedores do segmento com catálogos extensos. Eles proporcionam uma busca mais direcionada, otimizando o tempo de quem está pesquisando, podendo ser acessados até pelo celular.

De qualquer forma, é importante frisar que nos momentos de crise se torna ainda mais necessário manter os clientes, tanto os indecisos como os fiéis à marca. Presentear os clientes com brindes apoia na comunicação e fixação da marca, com impacto menor no orçamento de marketing da empresa e pode ser oferecido aos poucos, para públicos específicos, de acordo com a estratégia de relacionamento.

Na hora de escolher, prefira aqueles brindes que têm mais apelo junto ao público-alvo. Entre os presentes mais buscados, além da tradicional caneta, destacam-se mochilas, squeezes, canecas e brindes ligados ao lazer, e, quem quer surpreender os clientes, pode presenteá-los com teclado laser e caixinhas de bluetooth. Todas as pessoas gostam de novidades! Sair do tradicional garante mais impacto à comunicação e torna a lembrança da marca mais forte.

Além de reforçar a imagem da marca com os clientes, presentear os colaboradores da empresa é uma forma de agradecer pela dedicação e trabalho durante o ano. Essa atitude é muito importante, tanto para relacionamento como para a produtividade e também agrega valor à marca. O profissional sente que foi lembrado e a marca ganha visibilidade em mochilas, acessórios e em muitos outros produtos.


 

Tags: