Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Final Level anuncia line-up feminino nos e-Sports

Por: Redação.. 27 de Janeiro de 2021

Após uma entrada bem-sucedida no cenário de e-Sports com a equipe mista de Gamelanders, o Final Level, plataforma de entretenimento gamer do Brasil, começa o ano de 2021 com uma notícia que promete movimentar o competitivo. 

Na busca por inovação e diversidade, a plataforma criou seu dream team feminino de Valorant, o Gamelanders Purple, com Naxy, Bstrdd, Drn, Daiki e Nat1. 

Tudo sobre o mercado de games está aqui.

Leia também: Denúncias de assédio nos e-Sports ganham força no Brasil.

Apesar de ser um assunto que tem tomado o centro das discussões recentemente, não é de agora que a representatividade das mulheres nos games é alta. 

No Brasil, elas são maioria, cerca de 53,8% dos jogadores de games são mulheres, segundo dados da pesquisa Games Brasil 2020

Com os direitos adquiridos com o passar do tempo, elas vêm se destacando cada dia mais e ganhando uma voz própria, também no cenário competitivo. 

É comum existirem alguns times mistos, mas o Final Level optou por montar duas equipes, uma mista e outra feminina. "É importante abrirmos espaço para que as mulheres façam ainda mais parte desse mundo gamer, e reunir cinco delas em um único time é uma forma de abrir portas para as outras gamers, de afirmar que o mundo das competições é para todos.", afirma a Fernanda Lobão, CEO e cofundadora da plataforma. 

Ela ainda destaca que o line-up Purple contribui para reforçar o conceito de nômade digital, que a plataforma já vem explorando, "Além da diversidade de gênero, temos a de cultura e de território, já que cada uma das meninas está em um lugar do Brasil e até no Chile. Isso mostra que o Final Level não tem fronteiras e pode estar em qualquer lugar.", completa. 

O mercado de games tende a crescer 17% no ano de 2021, de acordo com uma pesquisa da PwC, grande parte deste aumento deve-se ao momento mundial atual. 

Sendo assim, o Final Level viu a grande oportunidade de fazer diferente, de ser ainda mais inovador, disruptivo, desconstruindo conceitos e trazendo o novo, como tem feito nos últimos anos. 

A equipe já participará de sua primeira competição oficial em janeiro, o Challengers Brazil, organizado pela Riot, que este ano passou a permitir que dois times da mesma organização participem do mesmo campeonato. 

O intuito do Final Level desde o início foi se tornar um ponto de encontro para todos os públicos da comunidade gamer, assim, em 2020, entrou para o mundo dos e-Sports com a criação do time competitivo. 

"Investir no cenário feminino de é simplesmente reinvestir no nosso próprio mercado. As atuais organizações detém muita relevância na formação e na cultura de adolescentes e jovens adultos. Já passou - e muito - da hora de trabalharmos para criar melhores condições de trabalho e oferecer profissionalismo para todos os integrantes do ecossistema. Sabemos da nossa responsabilidade para com o cenário, a qual assumimos, e como organização, independente do gênero do time, nos comprometeremos com resultados e entrega.", finaliza Gabriel Araújo, cofundador de Gamelanders e diretor de conteúdo do Final Level. 

Em breve a empresa anunciará novas contratações, como da analista, por exemplo, que também será uma mulher. 

 

Foto: Reprodução.

Tags: games | Valorant | Final-Level