Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

As ativações das marcas no Los Angeles Auto Show

Por: Andre Luis . 29 de Novembro de 2021

André Luis

Na última semana tive a oportunidade de participar do Los Angeles Auto Show, um dos maiores salões do mercado automotivo mundial.

O evento foi sediado no Los Angeles Convention Center, um pavilhão que integra o complexo do Staples Center, o principal estádio da cidade e onde acontecem os principais jogos de basquete da liga norte-americana. O pavilhão é um centro de convenções que possui um conjunto arquitetônico que impressiona pela imponência.

Veja também: Audi abre a House of  Progress em SP

A feira ocupou todo espaço do complexo de 92 mil m², com uma boa parte da área dedicada aos test-drives. Até mesmo dentro dos estandes de algumas montadoras haviam áreas destinadas aos testes, o que é algo bem impressionante, pois tive a oportunidade de produzir alguns estandes no Salão de São Paulo e sei do valor por metro quadrado cobrado em uma feira deste porte.

Em termos gerais, se trata de uma feira de grandes contrastes. Entre pontos altos, pude acompanhar coisas muito legais e que abordarei com detalhes neste primeiro artigo.

Abaixo eu destaco alguns dos melhores estandes da feira. Como critério, utilizei particularmente aqueles que me chamarem mais a atenção, além de serem os mais concorridos pelo público presente.

Jaguar e Land Rover

Mesmo contendo muitos carros, o que chamou atenção neste espaço foi a presença das melhores ativações da feira. O que comprova isso eram as filas formadas para acessar esses espaços.

A primeira atração, da Jaguar, era um simulador de Fórmula E muito fiel ao original que, segundo os técnicos presentes no local, é o mesmo equipamento utilizado por vários pilotos da categoria de monopostos elétricos nos testes e nas práticas de circuitos.

Já a outra ativação, da Land Rover, eram estações 5D, ou seja, um conjunto de estímulos com óculos de VR. A experiência 5D era um assento que se movimentava, a sensação de vento/brisa e os óculos de realidade virtual que levavam o público para uma viagem única.

Porsche

Na minha opinião, o espaço mais bem resolvido da feira. Sob forte influência do museu que a marca possui na Alemanha, a fabricante conseguiu trazer essa mesma atmosfera e esse mesmo astral para Los Angeles.

Um dos pontos fortes que diferenciou a Porsche das demais foi o fato de o estande estar num ambiente exclusivo da marca, como se fosse uma sala separada do resto da feira. De uma maneira prática, seria algo junto e separado ao mesmo tempo, pelo simples fato de estar perto dos demais estandes mas em um ambiente exclusivo.

Em relação à cenografia, creio que foi um dos estandes onde a arquitetura tinha as soluções mais simples, mas que causaram um impacto absurdo. Por exemplo, em uma combinação de cortinas em plástico sobre um background preto, e com a incidência de luz de LED no tom vermelho, criava um efeito incrível. O conjunto formava um paredão em curva que dava a sensação de velocidade.

Foi algo visualmente impactante e de baixo custo operacional, sem dúvida uma ótima referência para os eventos desse tipo no Brasil, que têm o desafio de budgets mais restritivos, sempre com uma alta expectativa de entrega.

Outro destaque da cenografia era um grande paredão com tubos de papelão que formavam um grafismo visualmente agradável, também outra maneira de passar o conceito de sustentabilidade de uma forma bem econômica.

A luz, o formato da loja da marca, tudo estava impecável.

A forma com que a comunicação visual invadia o piso e sinalizava os modelos de carros, cada um com grandes QR Codes para facilitar a interação on-line, também chamou a atenção. Resumindo, um bom conjunto que resultou no estande mais bacana.  

Ford

A marca norte-americana ofereceu ao público um test-drive com o novo Bronco no lado externo do pavilhão. Na parte  interna do estande, os participantes da feira também puderam fazer testes com carros elétricos que, aliás, era um dos maiores da feira dedicados à modalidade. 

Destaque para o test drive do Mustang elétrico, realizado através de uma reta de velocidade, para demonstrar toda a força da arrancada do carro.

Subaru

Definitivamente o estande mais lúdico da feira. A marca criou uma floresta que misturava elementos naturais com recursos tecnológicos, por exemplo, uma grande extensão de piso em LED para simular vários fenômenos da natureza. No centro de tudo havia uma base giratória feita com piso de LED, um equipamento ainda inédito no Brasil.

Outros elementos marcantes foram uma passarela feita de madeira para obter uma visão mais privilegiada do estande, e uma caverna com estalactites com sensor de movimentos que fazia parte de uma ativação para os visitantes. 

Toyota

A marca reservou uma boa parte do seu espaço para a construção de uma arena com arquibancada que representava cerca de 30% do total. 

Com espetáculos de hora em hora, simulando um show de perguntas e respostas, o destaque ficou para o grande paredão de LED sob uma base rotatória gigante, que revelava a nova picape da marca de forma triunfante. 

No post de amanhã conto outros detalhes que acompanhei.

Tags: melhores-da-semana | automoveis | los-angeles-auto-show