Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Será que a CES 2021 irá nos surpreender?

Por: Redação.. 11 de Janeiro de 2021

A CES 2020 foi a principal feira de tecnologia que não sucumbiu ao efeito do Covid-19 no ano passado. 

Embora com mais cautelas e segurança, a feira de negócios em Las Vegas ainda beneficiou do fato do novo Coronavírus não ter chegado (pelo menos em força) aos Estados Unidos a tempo de obrigar ao cancelamento da exposição e das conferências, e, por isso, conseguiu reunir mais de 4.500 expositores e mais de 100 mil participantes. 

Confira as principais feiras de negócios aqui.

Leia também: CES 2021 tem edição física cancelada e será evento digital.

Este ano é tudo diferente na CES. A Consumer Technology Association (CTA), a associação de empresas de tecnologia que organiza a a feira de negócios há mais de 50 anos em Las Vegas, decidiu cedo que não iria apostar num modelo de feira e conferência presencial e isso permitiu que fosse preparada uma plataforma on-line em parceria com a Microsoft para suportar toda a exposição, as conferências e facilitar a interação entre os participantes.

Que gadgets vão ser mostrados na CES 2021?

Há mais de 100 horas de programação de conferências para transmitir, com apresentações da AMD, Accenture, Best Buy, General Motors, Mastercard, Microsoft, Verizon, Walmart and WarnerMedia. 

A CTA refere mais de 1.800 expositores para descobrir, entre as maiores tecnológicas e pequenas startups que também vão ter espaço para mostrar os seus produtos.

O resultado desta mudança para o on-line ainda está para ser visto, com a CES 2021 a abrir portas virtuais no dia 12 de janeiro, e a reduzir a duração total a dois dias de exposição, embora algumas marcas tenham já mostrado a intenção de manter os estandes virtuais abertos durante mais tempo. 

Como é habitual, antes da abertura oficial da CES há um dia reservado à imprensa, que acontece na segunda feira, dia 11 de janeiro, mas muitas marcas já começaram a  revelar as principais novidades, o que acontece com a Sony, a Acer e a Panasonic, entre outras.

Os gadgets para a casa, com destaque para purificadores de ar, eletrodomésticos e robôs que ajudam a realizar tarefas mais rotineiras vão estar em destaque, e a Procter & Gamble é uma das empresas que está construindo uma versão virtual imersiva do seu habitual estande na CES para mostrar os seus produtos e inovação na área de cuidado da casa e pessoal.

Pela dimensão dos ecrãs, a tecnologia e as imagens, os televisores têm habitualmente um espaço muito importante e com grande espetacularidade na CES. 

A LG deve fazer um upgrade à sua TV enrolável que tem captado a atenção em 2019 e em 2020, na últimas duas edições da feira, desta vez com um ecrã Oled transparente que se abre a partir da base de uma cama, mas também outros exemplos de uma janela do comboio onde são mostrados mapas e horários.

Nos portáteis e a LG e a Lenovo já mostraram as suas propostas, com novos modelos e protótipos, entre os quais um computador que parece uma Switch, e a Dell tem um ecrã com botão direto para o Microsoft Teams, mas mais novidades surgirão nos próximos dias.

Os carros são outra das presenças assíduas na CES, sobretudo com a crescente integração de tecnologia de condução autônoma e de entretenimento nos veículos, e não vão faltar bons exemplos. 

O CEO da GM é um dos oradores principais na conferência e a Bosch também tem novidades nesta área da mobilidade inteligente.

Os smartphones nunca são o centro das atenções, ao contrário do que acontece no Mobile World Congress (MWC) de Barcelona, mas este ano a Samsung decidiu fazer o seu unpacked do novo Galaxy durante a CES e há mais lançamentos previstos, entre os quais o da TCL que deve apresentar os novos TCL 20 depois de ter anunciado no ano passado na CES os novos modelos TCL 10.

Com o 5G a avançar a bom ritmo nos EUA, os smartphones que suportam a tecnologia são um dos pontos de interesse, mas também a tecnologia para suportar a aposta dos operadores e os casos de utilização das redes nas empresas e organizações.

 

Tags: feira-de-negócios | CES-2021 | lançamentos-da-CES