Canal
Exposições

Salão de Detroit é cancelado em função do Covid-19

Por: Redação. 31 de Março de 2020

Não teve jeito. Com a ameaça do novo Coronavírus nos Estados Unidos, o North American International Auto Show (Naias) – também conhecido como Salão do Automóvel de Detroit – foi cancelado. O evento, que aconteceria entre os dias 11 e 26 de junho, ficou para 2021.

Um dos motivos do cancelamento – além dos mais de 135 mil casos do Covid-19 no país – é que o local do evento, o TCF Center, vai servir como hospital de campanha por pelo menos seis meses para ampliar leitos e tratar os infectados.

“A saúde e o bem-estar dos cidadãos de Detroit e do Estado do Michigan são fundamentais. E o TCF Center é o local ideal para essa importante função neste momento crítico e sem precedentes.”, diz Rod Alberts, o diretor-executivo do Naias.

A expectativa era grande para o Salão de Detroit, que tenta se reformular e não perder relevância diante do crescimento exponencial de outras feiras, como a Consumer Electronics Show (CES).

O motorshow, inclusive, mudou de data (de janeiro para junho) e de estação ( do inverno para o verão) para fugir da coincidência das festas de final de ano e das temperaturas abaixo de zero do inverno americano. 

Vale lembrar que o primeiro salão do automóvel cancelado por causa do coronavírus foi o de Genebra (Suíça), no começo de março. Listamos a situação de outros eventos importantes pelo mundo:

Salão de Paris (França)

A data do Paris Motor Show está confirmada: 1º a 11 de outubro. Intrigante é que os organizadores afirmam que o formato tradicional, com exposição de novos e atuais produtos, não vai acontecer para evitar aglomerações. 

Em comunicado, a direção do evento diz que "Busca soluções alternativas para a realização do motorshow em conjunto com os parceiros."

Paris se revezava com Frankfurt na realização do evento mais aguardado da indústria. A partir de 2021, no entanto, a Capital francesa vai se alternar com outra cidade alemã: Munique.

Salão de Nova Iorque (Estados Unidos)

A Big Apple é o epicentro da pandemia nos Estados Unidos: 65 mil dos 135 mil casos estão na cidade que nunca dorme. Diante desse cenário, os organizadores do New York International Auto Show decidiram pelo adiamento. 

O evento, que estava previsto para começar no dia 19 de abril, já tem um novo calendário: de 28 de agosto a 6 de setembro.

Tags: feira-de-negócios | eventos | Coronavírus | Covid-19 | Salão-de-Detroit