Canal
Exposições

Natura leva modelo de negócios sustentável para o palco do SXSW

Por: Redação Promoview 14 de Março de 2018

O painel “Beauty as a Force for Change”, apresentado ontem pela Natura no SXSW, em Austin (Texas, EUA), trouxe para o palco do maior festival de economia criativa do mundo um debate inspirador sobre como é possível aliar tecnologia com a mobilização de redes e pessoas para gerar transformações positivas para a sociedade.

“Nós temos um sonho, uma visão, que é ter impacto positivo sobre a sociedade e o meio ambiente até 2050. Hoje nós conseguimos mitigar a maior parte do impacto que geramos sobre o mundo. Somos, por exemplo, uma empresa Carbono Neutro há mais de uma década, mas queremos alcançar mais do que isso”, afirmou Andrea Alvares, vice-presidente de marketing, inovação e sustentabilidade da Natura.

Com o objetivo de transformar desafios sociais e ambientais em oportunidades de negócios, a Natura começou a desenvolver, há mais de duas décadas, um modelo de negócios que prima pelo manejo sustentável de ingredientes da biodiversidade brasileira e a perpetuação da floresta em pé, por meio da linha Ekos.

Além disso, há 12 anos, a empresa começou a buscar alternativas inovadoras para a produção de óleo de palma, ingrediente muito usado na indústria cosmética, até então cultivado apenas em sistema de monocultura. No projeto SAF Dendê, foi possível cultivar óleo de palma em sistema agroflorestal, que mimetiza a floresta e se mostrou até 40% mais produtivo do que o método tradicional, em monocultura. “Ficamos muito felizes com esse resultado, e agora buscamos escalar esse projeto, para que possamos produzir unicamente por esse sistema no futuro”, complementou Andrea Alvares.

Maria Ivoneide do Vale, consultora de Beleza Natura há mais de 30 anos, também contou no palco do festival como transformou desafios sociais em oportunidades, com a criação do Instituto Tupinambá, entidade gestora de um banco comunitário.

“O Instituto tem como missão e visão desenvolver o território da Baía do Sol (PA) por meio da economia solidária. Enquanto muitos estão preocupados apenas com valores econômicos, nós pensamos em uma economia que se preocupa com solidariedade e outros valores sociais para a nossa comunidade”, afirmou.

O Banco Tupinambá é hoje referência entre os bancos comunitários, com a adoção de uma metodologia replicável para melhorar a qualidade de vida de regiões mais afastadas e mais de R$ 1,5 milhão em empréstimo produtivos, destinados a aquecer a economia local.

Para Kim Couponas, diretora do B Lab, organização que certifica as empresas socialmente responsáveis com o selo B Corp, obtido pela Natura em 2014, as empresas que recebem a certificação estão comprometidas não apenas em ser referência em suas áreas de atuação, mas com constante evolução e aprimoramento de suas práticas. “Todas as B Corps passam por recertificação a cada dois anos, e esse é um processo mais difícil, colocando todas as empresas em trajetória ascendente”, comentou.

No ano passado, a Natura obteve a recertificação como uma B Corp, ao obter 120 pontos, enquanto a média de pontos de outras empresas B do setor industrial é 105. Para ser uma empresa B Corp, é preciso ter, no mínimo, 80 pontos.

Além da discussão sobre inovação em sustentabilidade, a Natura teve presença no debate Experience Design, the New Marketing Era, com a gerente de marketing institucional da Natura, Fernanda Paiva, que falou como a plataforma Natura Musical inspira e mobiliza o público, proporcionando experiências de marca através da música. O diretor global de eventos da Louis Vuitton, Campbell Wynne Bromberg, o diretor de propaganda e marketing da HBO, Steven Cardwell e a sócia fundadora do StoryMakers, Tatiana Wlasek, complementaram o painel promovido pela Holding Clube.

Quem acompanhou os debates nos últimos dias também pôde aproveitar o espaço montado pela Natura no media village, localizado no hotel JW Marriott, em parceria com Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Ali, foi possível receber cuidados para a pele com a linha Chronos, maquiagem com produtos da linha Una, e massagens com o creme de mãos da linha Ekos Castanha, com a assistência das Consultoras Especialistas de Beleza Natura Leticia Parra e Lilian Emy.

Tags: Espaço Físico | Sustentabilidade | Higiene e Cuidados Pessoais | Cultura | Espaços para Eventos | Internacional | Marketing | Evento Proprietário | Festival | SXSW