Canal
Exposições

Expolux aposta em ferramentas digitais para promover conteúdo

Por: Redação. 22 de Julho de 2020

Para manter acesa a luz entre expositores e visitantes e colocar em pauta temas que auxiliam e aqueçam o mercado até a realização física do evento, a Expolux aposta em ferramentas digitais para promover conteúdo qualificado, atualização técnica e oportunidades de negócios. 

Para uma aproximação ainda maior de seus públicos de interesse, anuncia parceria com Alberto Biancalana, arquiteto luminotécnico, titular da Ilunato Iluminação, membro da Sociedade Brasileira de Luz e Iluminação – SBLuz e lighttuber, que estará à frente de uma websérie e de lives nos canais oficiais do evento, para debater temas sobre cenário atual e as perspectivas do setor.

Confira as principais feiras de negócios aqui.

Confira as últimas novidades sobre digital e tecnologia aqui.

A primeira transmissão gratuita será em 22 de julho, às 18h, no canal do YouTube da Expolux. Para falar sobre “O futuro da iluminação pública”, com presença de Isac Roizenblatt, diretor-técnico da Associação Brasileira de Iluminação – Abilux, membro da Illuminating Engineering Society of North America, diretor da Global Lighting Association; Plínio Godoy, urban & technology designer na Citylights Urban Solutions, engenheiro elétrico e light designer responsável pela iluminação da Avenida Paulista, pelo Plano Diretor de Iluminação de Campos dos Goytacazes – RJ, e outros.

Também farão parte do debate Pedro Vicente Iacovino, diretor e presidente da Associação Brasileira de Concessionárias de Iluminação Pública (ABCIP) e diretor de Caraguá Luz S.A; João Gabriel Almeida, professor e coordenador acadêmico em diversos cursos de pós-graduação na área de iluminação, atuou por mais de 20 anos na iluminação pública e eficiência energética da Cia. Energética de Minas Gerais e proprietário da Ceilux; e João Pedro Freire, engenheiro e especialista em iluminação, com projetos de grandes empresas em seu portfólio.

Para Beto, como o lighttuber é conhecido no meio, a virtualização da Expolux é a melhor maneira de atender o mercado em um momento que resultará em mudança no comportamento do consumidor, e, consequentemente, novas necessidades. 

“A feira tem uma essência de inovação muito forte e isso é fundamental para as empresas neste momento. É preciso entender oportunidades e saídas não só para este momento atípico, mas para o pós-pandemia.”, explica Beto.

Ivan Romão, gerente de produto da Reed Exhibitions, organizadora da Expolux, conta que as lives e as webséries são o começo de um plano digital ainda maior. “Enquanto trabalhamos na feira do ano que vem, estamos organizando conteúdo em formato de séries, encontros e workshops técnicos on-line, e, em breve, divulgaremos a programação completa;”, diz. 

As webséries estão previstas para ir ao ar a partir de setembro.

Hoje, o visitante da Expolux tem informações concentradas no blog oficial e no site, onde já é possível, inclusive, prospectar negócios com marcas nacionais e internacionais. 

Com o programa matchmaking, expositores e visitantes são conectados de acordo com os interesses, produtos e serviços em comum. “Seja no formato tradicional ou virtual, nosso time está empenhado em trazer as melhores soluções para os setores técnico, decorativo e varejista.”, finaliza Romão.

Tags: Expolux | Coronavírus | Covid-19 | live marketing | marketing digital | feira de negócios | evento digital | Expolux 2020