Canal
Exposições

Alemanha prevê cerca de 350 feiras em 2021

Por: Redação. 30 de Junho de 2020

Os organizadores da exposição na Alemanha estão planejando uma gama particularmente extensa de feiras para 2021: cerca de 190 eventos internacionais e nacionais estão no calendário, 20 dos quais foram adiados de 2020 para o próximo ano devido à pandemia do novo Coronavírus

Além disso, existem quase 160 exposições regionais, de modo que, de acordo com o status atual, serão realizados quase 350 eventos de acordo com a Auma – Associação da Indústria Alemã de Feiras.

Confira as principais feiras de negócios aqui.

Leia também: Alemanha cria campanha que marca retomada do turismo no país.

Para 2020, cerca de 145 exposições ainda estão na agenda a partir do final de agosto, incluindo 75 de relevância internacional ou nacional. 30 dos 145 eventos foram transferidos do primeiro semestre do ano para o segundo semestre por conta do Covid-19

De acordo com o presidente da Auma, Philip Harting: “As feiras de comércio darão novamente impulsos para muitas indústrias.”

O retorno das feiras depende do progresso alcançado no relaxamento das medidas dos Estados federais alemães frente à pandemia.

“Expositores e visitantes esperam condições gerais seguras e promissoras. O tamanho e a qualidade dos centros de exposições oferecem condições muito boas para a implementação dos regulamentos de higiene e distância necessários.”, completa o presidente da Auma.

Com base nas recomendações da Auma, as empresas de exibição elaboram programas de higiene e segurança – individualmente para cada evento – de acordo com os requisitos das autoridades.

Muitos organizadores de exposições desenvolveram novos formatos para este segundo semestre, com conceitos modificados e grupos-alvo de visitantes recém-definidos. 

São iniciativas muito importantes, também com o objetivo de vincular de forma inteligente a experiência real da feira a formatos digitais complementares.

“Precisamos de projetos de referência que mostrem: as feiras também funcionam em condições difíceis.”, completa Harting. 

A experiência adquirida ajudaria todos os envolvidos a planejar as feiras que vierem a acontecer posteriormente. A atmosfera nas exposições ainda não será a mesma, e o número de participantes provavelmente não alcançará os níveis anteriores em muitos casos.

Enquanto isso, houve um bom progresso na abertura das fronteiras na Europa, e o tráfego aéreo internacional estava gradualmente ganhando força novamente. Esses são pré-requisitos importantes para feiras terem sucesso no segundo semestre. 

Ainda será necessário algum tempo para que o setor de exposições volte ao normal, mas a economia não pode esperar até que as condições sejam ideais novamente.

 

Tags: evento | Coronavírus | Covid-19 | live marketing | Alemanha | feira de negócios | evento de negócios