Canal
Esportes

Turkish Airlines segue com o title sponsor da EuroLiga

Por: Máquina do Esporte. 24 de Abril de 2020

A companhia aérea Turkish Airlines permanecerá como dona do title sponsor da EuroLiga, principal torneio de basquete entre clubes da Europa. 

A informação foi dada pelo próprio presidente da EuroLiga, Jordi Bertomeu, em uma entrevista concedida por videoconferência à imprensa.

O melhor do marketing esportivo está aqui.

O mandatário não deu mais detalhes sobre a renovação. No entanto, a imprensa europeia especula que o novo contrato deve ser de cinco anos, ou seja, até o final de 2025. Isso porque o relacionamento entre a companhia aérea e o torneio existe desde o segundo semestre de 2010, quando a Turkish Airlines passou a ter direito ao title sponsor

À época, o contrato foi assinado justamente por cinco anos, sendo renovado em 2015 pelo mesmo período de tempo.

"Depois de dez anos com eles, nos entendemos muito bem, e, após a última reunião, posso garantir 100% de que continuaremos colaborando nos próximos anos.", afirmou Bertomeu.

O presidente ainda aproveitou para responder às perguntas dos jornalistas sobre a atual temporada, que foi interrompida por conta da pandemia do Coronavírus, assim como praticamente todo o esporte mundial. Segundo Bertomeu, a prioridade é retomar o torneio assim que a situação da saúde pública estiver sob controle.  

"O mais importante é ter garantias de que a competição terminará em um ambiente seguro para todos, não porque emissoras ou patrocinadores querem que ela termine. No momento, no entanto, somos contrários a adiamentos até setembro ou outubro porque isso impactaria de forma clara na próxima temporada.", disse o mandatário.

Apesar do tom pesado usado contra a mídia e as marcas que apoiam o torneio, Bertomeu minimizou em seguida e garantiu que o relacionamento com os patrocinadores da EuroLiga e os parceiros audiovisuais da competição é bom.

No final da entrevista, o executivo acabou admitindo que não pretende terminar a temporada após o mês de julho e que, se for necessário, cancelará a temporada. 

Antes dessa medida mais extrema, no entanto, a ideia é tentar adequações, como mudanças no regulamento para ter um número menor de jogos até o final do torneio e também realizar partidas em uma sede única e com portões fechados.

Tags: basquete | Coronavírus | Covid-19 | marketing espotivo | Turkish Airlines | EuroLiga