Canal
Esportes

Lucas di Grassi ganha título mundial na Fórmula E

Por: 31 de Julho de 2017

O domingo foi diferente para os fãs do automobilismo brasileiro e os resultados alcançados apontam para um novo rumo no investimento de patrocinadores. Tudo começou na Formula 1 onde, depois de 30 anos, nenhum brasileiro alinhou no grid. Isso por que Felipe Massa, único representante nacional na categoria não pode correr por conta de problemas físicos.

Esta marca histórica na Formula 1 foi seguida de outra, completamente alinhada com os dias que vivemos. Isso porque Lucas Di Grassi conquistou a bordo de um Audi o título mundial da Formula E, categoria criada há 3 anos e que reúne carros movidos a eletricidade.  Em um treino, por exemplo você só tem 200 kilowatts e uma volta para tentar fazer o melhor tempo.

Lucas di Grassi é campeão mundial de automobilismo
 

                Lucas di Grassi

Neste ambiente ainda pouco conhecido pelo público brasileiro, Grassi, piloto paulistano de 32 anos conquistou o título mundial, com a sexta colocação na etapa final do campeontao realizada em Montreal, no Canadá.

Um dos pilotos mais vitoriosos e bem sucedidos que o Brasil formou nos últimos anos, Di Grassi prefere manter a modéstia. Mesmo com uma passagem discreta pela Fórmula 1 (Virgin Racing em 2010), ele afirma que mudar de foco facilitou sua evolução na carreira.

“Ser bem sucedido ou não é um pouco subjetivo. Tenho que fazer sempre o melhor dentro deste esporte que escolhi. O desempenho depende muito do equipamento em conjunção com o piloto. Quando uma parte não é competitiva, não há bons resultados. Uma das coisas mais difíceis é quando não se tem um carro bom, como aconteceu comigo na F1. Então é difícil manter a motivação e fazer um trabalho bem feito. Quando decidi mudar de rumo eu sabia que teria um bom equipamento e pude mostrar isso no WEC e na Fórmula E, e isso mostrou o tamanho da evolução da minha carreira depois da F1”, conta.

O título do brasileiro amplia a atenção das marcas do país para a Fórmula E que será a grande categoria do futuro, ainda mais com a chegada de grandes marcas como Mercedes e Porsche nos próximos anos.“A Fórmula E tem um mapa de evolução. Vamos para a quarta temporada da história da categoria. O próximo passo é conseguir uma bateria que dure a prova inteira sem o piloto precisar trocar de carro. E isso deve acontecer em breve”, contou a reportagem do Promoview o mais novo brasileiro campeão mundial de automobilismo.

 

Tags: Bares e Similares (PDV) | Espaço Físico