Canal
Esportes

Fifa libera US$ 150 milhões para ajudar federações nacionais

Por: Máquina do Esporte. 28 de Abril de 2020

A Fifa anunciou na sexta-feira (24/04), que liberará todo o financiamento operacional da entidade às associações membros para os anos de 2019 e 2020 nos próximos dias, como a primeira etapa de um plano de assistência para ajudar a comunidade do futebol afetada pela pandemia do Coronavírus

Na prática, essa medida significa que um total de cerca de US$ 150 milhões será distribuído entre as 211 federações nacionais vinculadas à entidade máxima do futebol, com cada uma recebendo pelo menos US$ 500 mil.

O melhor do marketing esportivo está aqui.

Leia também: CBF apresenta Seleção Brasileira de Fifa 20.

Como parte da medida, todos os direitos remanescentes das associações membros a custos operacionais no âmbito do Programa Forward 2.0 (segunda edição do Programa de Desenvolvimento Avançado da entidade, que entrou em vigor em 1º de janeiro de 2019 e irá até 31 de dezembro de 2022) serão liberados integralmente para os anos de 2019 e 2020. 

 Gianni Infantino, presidente da Fifa (Foto: Reprodução).

Em particular, a liberação da segunda parcela dos custos operacionais para 2020, originalmente prevista para julho, será paga imediatamente.

De acordo com a Fifa, em circunstâncias normais, as associações membros receberiam o valor total da contribuição apenas mediante o cumprimento de critérios específicos. Em vez disso, a entidade decidiu transferir esse montante como um suporte ativo para ajudar a proteger o futebol em todos os países. 

A assistência financeira imediata deverá ser usada para mitigar o impacto financeiro do Covid-19 no futebol, ou seja, para ajudar as federações a cumprirem as obrigações financeiras ou operacionais que possam ter com relação a funcionários e terceiros.

"A pandemia causou desafios sem precedentes para toda a comunidade do futebol, e, como órgão mundial, é dever da Fifa estar lá e apoiar aqueles que enfrentam necessidades agudas. O primeiro movimento é fornecer assistência financeira imediata às nossas associações membros, muitas das quais estão passando por graves dificuldades financeiras. Este é o primeiro passo de um plano de alívio financeiro de longo alcance que estamos desenvolvendo para responder à situação de emergência em toda a comunidade do futebol. Juntamente com nossas partes interessadas, estamos avaliando as perdas e trabalhando nas ferramentas mais apropriadas e eficazes para implementar as outras etapas deste plano de assistência.", declarou Gianni Infantino, presidente da entidade que comanda o futebol mundial.

Tags: Coronavírus | Covid-19 | marketing esportivo | isolamento social | Fifa