Canal
Esportes

Esperança e Cores no box da Eurofarma-RC

Por: Eurofarma RC. 18 de Outubro de 2015

Antes do treino classificatório que definiu o grid de largada para a primeira corrida da Stock Car que acontece hoje (18/10), em Curitiba, a equipe Eurofarma-RC levou esperança e cores para o autódromo.

A esperança veio pelas mãos talentosas da artista plástica e arquiteta Fernanda Alonso. Com nome de piloto, ela foi uma das convidadas para participar do projeto que desde o início da temporada mistura automobilismo e arte com quadros sendo pintados ao vivo do Box da equipe.

Foto: Vanderley Soares.
Fernanda Alonso, Max Wilson, Ricardo Maurício e Sandra Hiroto.

Esse mês, o Outubro Rosa tomou conta de vários eventos ao redor do mundo e foi o tema de Fernanda para o quadro. Aos 27 anos de idade, ela descobriu que tinha câncer de mama e viu toda a sua vida modificada. A primeira impressão de que algo em seu corpo estava errado aconteceu ao realizar o autoexame. Às vésperas de uma viagem para Buenos Aires, ela recebeu o diagnóstico positivo de câncer de mama. A viagem foi cancelada e começou uma maratona pela vida.

Fernanda Alonso faz parte do Instituto Humsol, uma entidade sem fins lucrativos que atua em todo o Brasil no combate ao câncer de mama. Além disso, ela resolveu usar o talento com telas e pincéis para falar de conscientização. Antes dos treinos, entre roncos e motores, a artista criou uma obra em três camadas representando os estágios de detecção do câncer de mama.

"A primeira camada representa a descoberta da doença através da mamografia e por isso a bolinha na tela é menor, porque infelizmente, apenas 10% dos casos são descobertos nessa fase, embora a chance de cura seja maior", explica. "A segunda camada é o tumor detectado pelo autoexame e a terceira, que é a bolinha maior, é a realidade brasileira, ou seja, quando o câncer já está muito avançado e as chances de cura são muito menores. O óbito nessa fase é de 30%, por isso, precisamos abrir os olhos das mulheres para que façam os exames e salvem suas vidas.", enfatiza. 

Os três círculos da tela Esperança são, ainda, uma referência ao Chaveiro da Vida, um projeto que recebeu o primeiro lugar do Prêmio de Mobilização Social e teve reconhecimento mundial na Conferência de Varsóvia, Polônia. Ao final da ação, os pilotos Ricardo Maurício e Max Wilson foram presenteados com um o chaveiro. "É importante falarmos sobre esse assunto e somos todos solidários à causa e aos profissionais que trabalham por ela.", diz Max Wilson. 

Com o título Cores para Você, outra obra ganhava vida logo ao lado do quadro de Fernanda. Usando tinta acrílica, estêncil e tinta spray, a artista Sandra Hiromoto criava outro universo, também pensando em superação, só que para o mundo infantil. Usando a técnica de camadas, ela usou origamis de garça, rosas, letras, triciclos e quadriculados. "O origami de garça é um símbolo da sorte no Japão.

Sem contar que toda a dobradura traz a interiorização da paz e é isso que eu quis transmitir. O voo da garça indica sorte, cura e prosperidade, já o triciclo indica a primeira experiência de guiar algo, de ter nas mãos o poder de pilotar e ainda, o quadriculado da barra fazendo o paralelo com o mundo do automobilismo", finaliza.

Embora se autointitule uma artista de rua, confessa que a experiência de pintar num autódromo foi diferente. "Todo o espaço pode ser um lugar de criação e isso traz aprendizado. O artista tem que mudar o olhar e são essas experiências que propiciam isso. Eu nunca havia estado num autódromo e o que posso dizer é que ganhei uma sobrevida, pude ampliar ainda mais meus horizontes", diz Sandra. 

Tags: