Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

CPB revela uniformes com acessibilidade para Tóquio 2020

Por: Redação.. 23 de Maio de 2021

Em uma live na segunda-feira, 17, e a 100 dias dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) exibiu em seus canais no Facebook e YouTube os trajes que a delegação nacional irá vestir na competição.

O detalhe é que eles foram desenvolvidos pela própria equipe de design do CPB, tendo a acessibilidade como princípio, ou seja, levando em conta as deficiências de cada atleta que irá representar o País na briga por medalhas no Japão.

O melhor do marketing esportivo está aqui.

A live mostrou o ensaio fotográfico feito na Japan House, na capital paulista (após testes de Covid e seguindo protocolos), com as atletas Raissa Machado e Lorena Spoladore, do atletismo, entre vários outros.

Entre os itens de acessibilidade colocados como acessórios, as novas peças de roupas terão zíper com “puxador ergonômico”, que possibilitará o manuseio confortável e autonomia aos atletas que possuam mãos fracas, articulações dolorosas e deficiências motoras. 

Já as calças terão abertura lateral na barra para facilitar a passagem da prótese para os atletas amputados de membros inferiores.

As roupas da linha passeio, que contemplará todos os atletas da delegação brasileira, agora têm etiqueta interna com braille para que deficientes visuais identifiquem as cores por siglas.

Além disso, algumas leggings de algumas modalidades terão barra diferenciada para dar mais segurança de movimento na prática esportiva. 

Todos os tops contarão, ainda, com alças retas, sem “cruzamento” nas costas, para facilitar a vestimenta a atletas com deficiência visual.

A abertura dos Jogos será dia 24 de agosto e o CPB também tem parceria da Havaianas (com Top Brasil Logo, Sneakers e a Street Bag). 

Também semana passada, a Bridgestone, patrocinadora dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, anunciou que Ítalo Ferreira, atual campeão mundial de surf, junta-se a um grupo de mais de 70 embaixadores apoiados pela empresa em 20 países (cinco na América Latina).

 Foto: Alexandre Urch/Exemplus/CPB.

 

Tags: acessibilidade | olimpiada | jogos-paralimpicos | toquio