Canal
Esportes

Brasil Open de Tênis está de casa nova

Por: Folha Vitória. 13 de Janeiro de 2016

Depois de ser disputado por quatro anos seguidos no Ginásio do Ibirapuera, o Brasil Open de Tênis deixará de ser realizado no tradicional palco paulista para acontecer no Esporte Clube Pinheiros a partir deste ano. A confirmação oficial da mudança aconteceu no dia 12 de janeiro, quando o local foi assegurado como sede do ATP 250 cuja próxima edição está marcada para acontecer entre os dias 20 e 28 de fevereiro.

Essa será a terceira vez que o Brasil Open mudará de sede. Inicialmente, quando ainda tinha o status de maior ATP do País, o torneio ocorreu por 11 anos consecutivos na Costa do Sauipe, na Bahia, entre 2001 e 2011, antes de ser transferido para o Ibirapuera, em São Paulo, a partir de 2012.

Foto: Wander Roberto.
Ginásio do Ibirapuera antiga sede do evento.

O evento começou a ficar menos prestigiado pelos principais tenistas do circuito profissional e pelo próprio público após o surgimento do Rio Open, que tem status de ATP 500 e hoje é o principal torneio de tênis da América do Sul.

Assim, a competição realizada em São Paulo perdeu peso, assim como ocorreram problemas de estrutura na organização do evento. Em 2013, por exemplo, goteiras provocaram a interdição de uma das quadras secundárias da competição, no Ginásio Mauro Pinheiro.

E agora o Pinheiros ganha mais espaço no cenário do tênis internacional após já ter recebido o ATP Challenger Tour Finals nos últimos dois anos.

"Em 16 anos de história, o Brasil Open vem se reinventando. Foi assim em Sauipe e em São Paulo, quando viemos para o Ginásio do Ibirapuera e que fomos muito bem recebidos pelo Governo do Estado. Agora o momento é novamente de renovação. Estamos trazendo o Brasil Open para o Pinheiros, um clube que respira tênis e é referência mundial no esporte. É com grande orgulho que vamos realizar a 16ª edição do Brasil Open, o torneio de maior referência na história do tênis brasileiro.", destaca Roberto Marcher, diretor do torneio.

O Pinheiros conta atualmente com uma estrutura tenística de 24 quadras, sendo que com a mudança da disputa para o tradicional clube paulistano a competição passará a ser realizada em duelos ao ar livre, e não mais em um ginásio coberto como é o do Ibirapuera. Para abrigar o Brasil Open, o Pinheiros terá uma quadra central e duas secundárias, além de outras duas reservadas para treinos. E, para poder receber mais público, a organização montará uma estrutura de arquibancadas temporárias no clube.

A organização do Brasil Open, por sinal, ainda não confirmou a lista de tenistas inscritos no evento, mas isso deverá ocorrer nos próximos dias, assim como as informações sobre venda de ingressos.

Enquanto isso, o Rio Open, marcado para acontecer entre os dias 15 e 21 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro, já anunciou sua lista de participantes das chaves feminina e masculina, sendo que a última delas contará os espanhóis Rafael Nadal e David Ferrer e o francês Jo-Wilfried Tsonga, todos do Top 10, e ao total terá 11 jogadores em ação que hoje fazem parte do grupo dos 50 mais bem colocados do ranking mundial.

Tags: