Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Netflix vai investir em produção nacional em 2022

Por: Redação.. 26 de Novembro de 2021

A Netflix vai investir no desenvolvimento de 40 novas ideias para o próximo ano, informou o serviço de streaming. A ideia, ainda segundo a empresa, é fomentar a produção de mais histórias brasileiras no audiovisual.

O anúncio foi feito em evento realizado na terça-feira (23), com a participação de mais de 25 atores, criadores, executivos da Netflix e agentes do setor, que debateram desafios e oportunidades para uma indústria local mais robusta e plural.

Leia também: Netflix cria plano gratuito no Vietnã

A empresa também anunciou a renovação de alguns conteúdos, como ‘Sintonia’, ‘Casamento às Cegas Brasil’ e ‘Brincando com Fogo Brasil’, e a produção de novos: As animações ‘O Menino Maluquinho’ e ‘Acorda, Carlo!’, os filmes ‘Biônicos’, e uma produção para o Natal brasileiro, com GKAY, Sérgio Malheiros e Vera Fischer.

Também foram anunciados ‘Carga Máxima’, novo filme de ação que ganhou as primeiras imagens de bastidores, além de detalhes da nova minissérie dramática ‘Todo dia a mesma noite’, inspirada no livro homônimo que conta a história real do incêndio na Boate Kiss.

Carga Máxima (Imagem: Divulgação/Netflix).

“Os brasileiros querem mais histórias contadas por diferentes vozes, que reflitam suas vidas, suas raízes e sua ancestralidade. Encontrar personagens e tramas com as quais consigam se identificar e ver a pluralidade do Brasil na tela. Por isso, nossa ambição será fazer cada vez mais histórias da gente para a gente, cujo sucesso estará em produzir a melhor versão, de forma que se conectem com mais audiências ao redor do Brasil.”, afirmou Elisabetta Zenatti, VP de conteúdo da Netflix para o Brasil.

A executiva também falou sobre o caminho que a Netflix precisará percorrer para atender à demanda por uma variedade de histórias brasileiras. 

O primeiro passo será o foco no desenvolvimento, um estágio anterior à produção, que permite que os criadores desenvolvam suas histórias antes do ‘sinal verde’.

O segundo passo é o investimento na próxima geração de criadores, por meio de programas como o Colaboratório Criativo, uma colaboração entre a Afar Ventures e a WIP, com financiamento da Netflix.

Tags: Netflix | streaming | filmes-brasileiros | cinema