Canal
Entretenimento

Bradesco e next agitam o Lollapalooza

Por: Redação Promoview 24 de Março de 2018

Bradesco e next, patrocinadores do Lollapalooza, preparam promoções, ativações e parcerias para impactar o público antes, durante e depois do festival.

Uma das novidades é a parceria de conteúdo: o Bradesco é o primeiro anunciante no Brasil a comprar um projeto integrado de branded content envolvendo Google e Globosat, através de Multishow e VIU Hub. Entre as ações está prevista cobertura em tempo real em lives com cross entre os canais do Multishow no YouTube e no Facebook e em mídias sociais do banco, simultaneamente, incluindo transmissão diretamente do fosso do palco, ação inédita no festival.

Durante os três dias do evento, o next distribuirá prêmios como sacolas, bandanas, cangas, capas de chuva e vouchers para turbinar o festival, como acesso ao lounge, ingresso para o dia seguinte, visita ao backstage ou a oportunidade de ficar na frente do palco.

A agência R/GA preparou uma área com uma vaca mecânica, totalmente criada no mood de next, que será cercada por câmeras 360°, convidando o público a brincar e interagir nas redes sociais. Já no lounge, um Arcade dos anos 1980, haverá fliperamas e games diversos, incluindo uma das icônicas máquinas de capturar pelúcias que será abastecida com a vaquinha feature de next.

No Twitter, a estratégia foi criar uma campanha em que o consumidor tenha protagonismo - seja a partir de uma promoção para o sorteio de ingressos, nas conversas com influenciadores ou na escolha do conteúdo que quer assistir. Em parceria com Niche (comunidade do Twitter que une criadores de conteúdo às marcas e gera coesão entre suas personalidades e as mensagens dos anunciantes), todo o projeto de conteúdo foi pensado para reforçar os conceitos de democratização, acesso e colaboração em torno do festival.

No sábado (24), será realizada uma ação inédita: três transmissões ao vivo simultâneas, via Periscope Producer, de diferentes "times" de influenciadores digitais, que mostrarão suas perspectivas do que está acontecendo no Lolla. Caberá a cada usuário do Twitter escolher qual transmissão quer assistir. São elas:

- Depois das 11 (@dpsdasonze) + Tito (@otitomelo);

- Thaynara OG (@ThaynaraOG) +  Vivieuvi (@vivieuvi);

- Anendfor (@anendfor) + PhCôrtes (@euphcortes) ‏+ Dan Magatti (@danmagatti);

A conta do Bradesco (@Bradesco) fará paralelamente uma transmissão ao vivo mesclando os diferentes conteúdos dos três times de criadores, em que será possível acompanhar um pouco da perspectiva de cada um.

Além dos creators que farão as transmissões ao vivo, também participam da campanha da marca nomes como Liu (@LiuLive), Ygor Freitas (@YgorFremo), Lucas (@luquinha) e Luscas (@luscas).

No caminho até o Lolla

O Bradesco investiu ainda na visibilidade de marca durante todo o trajeto até o festival em parcerias com a Eletromidia, que tem a concessão de mídia Out Of Home (OOH) da CPTM e da TV Minuto, e Waze.

A estação Autódromo, por exemplo, segue ambientada a semana inteira que antecede os shows. Entre as estações Pinheiros e Autódromo há painéis com mensagens alusivas ao evento, e nas três últimas estações (Socorro, Jurubatuba e Autódromo) é feita uma contagem regressiva até a estação Autódromo. Além disso, a mídia digital da CPTM que impacta as linhas Esmeralda, Safira e Diamante, assim como a TV Minuto (Linhas Verde, Vermelha e Azul do metrô), também trazem mensagens sobre o Lolla.

Para quem vai de carro, o Bradesco também terá visibilidade de marca no Waze, participando do trajeto do público até o festival. Ao digitar "Lolla" na busca, os usuários encontram a melhor opção de trajeto até o Autódromo, ficam sabendo as ruas que estão bloqueadas, recebem sugestões do melhor horário para ir ao festival e dicas de onde estacionar.

Após o término do festival, o Bradesco ainda vai veicular conteúdos nas principais plataformas de vídeo.

De acordo com o diretor de Marketing do Bradesco, Márcio Parizotto, o objetivo deste plano de mídia era ter um alcance amplo, considerando toda a jornada do target específico de Lolla.  “Era preciso inovar na forma e nos meios, propor ações que integrassem on e off-line de forma ousada e sinérgica”, conta Parizotto.

Tags: Espaço Físico | Cultura | Espaços para Eventos | São Paulo | Evento Proprietário | lollapalooza