Canal
Entretenimento

2a1 traz ao Brasil maior evento de airsoft da américa

Por: Lucas Feijó 1 de Setembro de 2018

Os praticantes de airsoft no país estavam esperando há muito tempo por isso. Portanto ninguém disfarça a ansiedade em participar da primeira edição do WarZone que já é considerada uma das maiores do mundo: serão mil participantes, de dez países em uma área de mais de 1,5 milhão de metros quadrados, em três dias de evento, de 7 a 9 de setembro, em Arujá, São Paulo.

Exclusivo: Nelson e Caio Paulino, diretores do Warzone, contam detalhes ao Promoview

Para quem não sabe: airsoft é uma modalidade esportiva que simula operações militares. Os jogadores utilizam armas de pressão iguais as verdadeiras  mas que disparam bolinhas de plástico (bbs) de 6 mm de diâmetro. Pela semelhança, toda circulação deste armamento é controlado pelo exército brasileiro.

A competição envolve estratégia, espírito de equipe, inteligência e liderança, que são colocadas à prova em batalhas num ambiente bem próximo da realidade de um cenário de guerra. Neste ambiente jogam lado a lado aficcionados, ex militares e profissionais na ativa das forças armadas brasileiras, policias militares, e forças especiais.

Impossivel descrever a qualidade da troca de experiencias e o clima de amizade, companheirismo e aprendizagem quando todos estes jogadores se reúnem. Como em qualquer boa ação de live marketing, só mesmo estando lá para entender a experiência.

                                                                                       

O WarZone aqui no Brasil será realizado no sistema milsim e os participantes serão divididos em três exércitos: Santa Ana, Domus Dei e Leogrado, cada um com sua própria história e particularidade.

Os três participarão da "Missão Gênesis: O Início de Tudo", que tem um enredo inédito, especialmente criado para o evento, que simula uma operação militar, em um ambiente bem próximo da realidade de um cenário de guerra, com simulações de situações que envolvem estratégia, espírito de equipe, inteligência e liderança.

"Será um evento para colocar o Brasil de vez no mapa do airsoft mundial. Não será um simples jogo, será uma verdadeira experiência, com veículos militares, cidades cenográficas e uma grande imersão nesse universo, tudo para que consigamos nos aproximar o máximo possível da realidade.

Participarão atletas de 11 países, como França, México, Uruguai e Colômbia, e, também, de praticamente todos os estados brasileiros", diz Caio Paulino, diretor de Marketing da 2a1.

O WarZone é o primeiro evento de airsoft realizado no País com status de jogo internacional, uma vez que é o único com a chancela da Federacion Internacional de Airsoft Asociacion (Fiaa).

Reconhecido como esporte no Brasil, o airsoft tem sua prática e equipamentos regulamentados e utiliza armas de pressão que disparam bolinhas de plástico (bbs) de 6 mm de diâmetro.

As bbs são rígidas e sem tinta, por isso a honestidade dos jogadores é fundamental para o desenvolvimento do esporte, já que ele deverá acusar que foi atingido e sair do jogo. No Brasil o airsoft é regulamentado pelo Exército Brasileiro e a ponta laranja é exigida em todos os equipamentos.

Além da disputa em si, o WarZone contará com uma estrutura completa de lazer e entretenimento para os operadores, como são chamados os jogadores, e suas famílias. O local tem uma área com piscina, praça de alimentação e atividades monitoradas para as crianças.

"A 2a1 apoia e acredita no airsoft, esporte que tem como premissa a lealdade, a amizade, a honra e o companheirismo entre os atletas.", conclui Caio Paulino.

Tags: Espaço Físico | Sudeste (Brasil) | Telefonia/Internet/Tecnologia | Cultura | Espaços para Eventos | São Paulo | Games e Jogos | Evento Proprietário