Canal
Digital

WhatsApp segue absoluto na preferência dos usuários

Por: Redação. 1 de Março de 2020

A mais recente pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre mensagem móvel no Brasil, realizada com oferecimento da Infobip, confirma a liderança do WhatsApp como o principal aplicativo no país: em dois anos, o app subiu de 96% para 99% a sua presença nos smartphones no Brasil. Mais: 93% dos seus usuários declaram que abrem o aplicativo todo dia e 5%, "quase todo dia", revela a pesquisa. 

Outra descoberta é que que subiu de 69% para 76% a proporção de usuários que se comunicam com marcas pelo aplicativo, o que movimenta as empresas a utilizarem este canal de comunicação com os clientes. 

Segundo Fernando Paiva, editor do Mobile Time e organizador da pesquisa, o WhatsApp está pavimentando seu caminho para se tornar um superapp no Brasil. "Primeiro, em agosto de 2018, abriu sua API para que grandes empresas pudessem utilizá-lo como canal na comunicação com os consumidores. Agora, em 2020, promete lançar um meio de pagamento integrado ao aplicativo, chamado de WhatsApp Payments.", comenta. 

"A expectativa é que esta iniciativa provoque uma grande agitação no mercado de meios de pagamentos móveis e faça com que outros gateways passem a buscar melhorias para suportarem a competição, que promete ser acirrada." acrescenta. 

Marcas fortes no WhatsApp: tendência de crescimento 

Desde a abertura da API do WhatsApp, diversas grandes marcas experimentaram campanhas de marketing via aplicativo ou o usaram como canal de suporte ao cliente. 

Netflix, Nestlé, Unilever, TIM, Oi, Banco do Brasil são apenas algumas destas iniciativas. "Consequentemente, o brasileiro se acostuma cada vez mais a falar com empresas através desse mensageiro. 

Em apenas seis meses, além do aumento da proporção de usuários de WhatsApp no Brasil que se comunicam com marcas, passou de 60% para 65% a proporção de usuários do aplicativo que consideram adequado usá-lo para receber suporte técnico de marcas, e de 51% para 54% aqueles que gostariam de comprar produtos pelo mensageiro", comenta Paiva. 

Pagamentos: desejo que será atendido

A proximidade entre usuários e as marcas fez crescer o interesse do brasileiro em usar o WhatsApp pagamentos. Em seis meses, aumentou de 56% para 61% a proporção de usuários do WhatsApp que desejam essa funcionalidade. E quase a metade destes, ou 47%, gostariam de criar uma conta bancária digital no próprio WhatsApp em vez de associar seu cartão de crédito ou uma conta bancária tradicional ao aplicativo. 

Telegram duplica o número de usuários e agora está em 27% dos smartphones nacionais 

O desempenho do Telegram foi uma das grandes surpresas nesta edição da pesquisa. A sua base instalada vem crescendo gradativamente há um ano, quando o app estava instalado em 13% dos smartphones. Em agosto do ano passado foi para 19% e agora está em 27%. 

"Ou seja, mais que dobrou em um ano. Uma possível explicação é a grande exposição de mídia espontânea que o aplicativo teve no ano passado, em razão do escândalo envolvendo o hackeamento de contas de figuras públicas", comenta Fernando Paiva. "Todavia, essa ascensão do Telegram talvez seja um voo de galinha." pondera ele. 

"A proporção dos seus usuários que abrem o app todo dia ou quase todo o dia caiu de 61% para 53% em seis meses. E aquela dos que não abrem o app nunca ou quase nunca passou de 13% para 16%. Além disso, em seis meses, foram registradas quedas no uso de todas as funcionalidades ou formas de comunicação do Telegram medidas pela pesquisa, desde troca de mensagens de texto, de imagens, de vídeos, de áudios e de emojis, até chamadas de voz.", acrescenta.

Tags: rede-social | whatsapp