Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

WhatsApp cria campanha de segurança contra golpes

Por: Redação.. 8 de Abril de 2020

O WhatsApp anuncia o lançamento de uma campanha educacional no Brasil voltada para a prevenção de golpes envolvendo o aplicativo. 

Uma série de peças serão veiculadas na internet e nos principais jornais e revistas do país. Além disso, personalidades que já sofreram esse tipo de golpe, como Isis Valverde, Preta Gil e Nathália Dill, compartilharão a sua experiência em suas redes sociais e darão dicas de segurança do aplicativo para os seus seguidores.

Confira as últimas novidades sobre digital e tecnologia aqui.

Com 2 bilhões de usuários no mundo, o WhatsApp é o principal aplicativo usado pelos brasileiros para se comunicar com amigos, familiares, colegas de trabalho e até com empresas. 

Com sua relevância e múltipla utilidade no Brasil, muitos usuários têm sido alvo de golpes que em alguns casos resultaram na clonagem e roubo de conta. 

De forma didática, as peças mostram como se proteger de golpes relacionados ao app, como proceder caso seja vítima de uma abordagem suspeita e, por fim, como recuperar uma conta que já tenha sido roubada. As peças podem ser compartilhadas no próprio app pelos usuários e estão disponíveis no blog da companhia aqui.

Para a comunicação direta com o público, foram escolhidos celebridades e influenciadores que já foram vítimas de situações semelhantes, com o objetivo de conscientizar os usuários sobre a importância de ter ações responsáveis para proteger a segurança de seus dados pessoais e sua conta. 

As dicas incluem não compartilhar o código de ativação do WhatsApp com ninguém, ativar a confirmação em duas etapas do app, desconfiar de mensagens e ligações suspeitas e jamais baixar aplicativos de terceiros (não desenvolvidos pelo WhatsApp) a pedido de atendentes.

“Nosso objetivo com essa campanha é mostrar ao usuário do WhatsApp que a empresa está próxima e que ele tem total controle sobre sua conta, reforçando os principais cuidados para protegê-la. Também colocamos o canal de suporte à disposição, em português, para a resolução dessa questão do roubo das contas.", explica Taciana Lopes, líder de Consumer Marketing no Facebook Brasil.

A nova campanha foi desenvolvida pela AlmapBBDO e teve início dia 07 de abril, na internet, jornais e revistas de todo o Brasil.

Segurança

Confira abaixo o que fazer caso tenha sua conta roubada:

  • Solicite a verificação da conta via SMS. Reinstale o WhatsApp, entre com seu número de telefone e confirme o código de seis dígitos que você receber via SMS. Dessa forma, qualquer indivíduo que usar sua conta será desconectado automaticamente.
  • Notifique amigos e família. Muitos golpistas usam sua lista de contatos para solicitar informações sigilosas e pedir depósitos em dinheiro. Se sua conta for violada, entre em contato com pessoas próximas para que ninguém possa se passar por você.
  • Entre em contato com a equipe de atendimento do WhatsApp. Mande um e-mail para support@whatsapp.com. O e-mail pode ser enviado em português e no assunto deve conter informações como “Conta clonada/roubada” mais o número em formato internacional (+55 XX...). Exemplo: Conta roubada / +55 11 1234-5678.
  • Amplie sua camada de segurança ativando a confirmação em duas etapas. A confirmação em duas etapas é um recurso opcional que, ao ativado, exige um PIN de seis dígitos de verificação se houver uma tentativa de entrada no seu número de WhatsApp. Esse código, assim como o SMS do WhatsApp, não deve ser compartilhado com ninguém. Saiba mais aqui.

Em caso de tentativa de roubo de conta, o WhatsApp também ressalta que a criptografia de ponta a ponta do aplicativo não é comprometida. Ou seja, o golpista não tem acesso a mensagens anteriores que estão armazenadas no seu telefone.

Para mais informações sobre contas roubadas, acesse aqui

Tags: marketing-digital | whatsapp | Coronavírus | Covid-19