Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Violência contra a mulher: aplicativo Polícia Popular tem botão “Maria da Penha” e chamada 180

Por: Redação. 18 de Junho de 2016

 Inspirado na lei Maria da Penha, criada em 2006, como forma de coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher, um dos alertas do aplicativo Polícia Popular permite que as pessoas avisem toda a vizinhança sobre casos de violência nas regiões em que estão. O aplicativo, lançado há pouco mais de duas semanas, traz mais de 250 downloads por dia e promete ser mais uma opção de defesa para a população, tão carente de segurança. Enquanto nas mãos das vítimas, o app traz o botão 180 para discagem de emergência, para que elas possam DENUNCIAR estupros e assédios. 

Como funciona o alerta “Maria da Penha”: ao presenciar algum ato neste contexto, o usuário aciona rapidamente o botão “Maria da Penha” no aplicativo e qualquer pessoa em toda a região fica sabendo em tempo real o local exato do ocorrido. 

Em 2014, o Brasil era o 7º país no ranking de violências deste tipo. Uma em cada cinco mulheres considera já ter sofrido alguma violência de homens, conhecidos ou desconhecidos. Humilhar, xingar, diminuir a autoestima, reprimir, controlar e expor a mulher são alguns dos atos que entram na classificação de “violência”, sendo esta não apenas física, como também verbal e psicológica. 

Dada a gravidade deste quadro, ferramentas como o aplicativo Polícia Popular são de grande relevância no combate e prevenção a este tipo de crime. Além disso, muitas mulheres, quando sofrem agressão, não buscam ajuda: de acordo com pesquisa da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, mais de 60% das mulheres vítimas de violência preferem não denunciar a agressão por vergonha. Com o alerta “Maria da Penha” do aplicativo, mesmo que ela não fale nada, quem está ao redor pode fazer a diferença. Expondo o autor, deixando todos em estado de atenção, e assim, evitar uma tragédia. 

Sobre o Polícia Popular

O aplicativo Polícia Popular chegou para transformar a segurança nas cidades. Com funcionalidades que permitem às pessoas mandarem alertas em tempo real sobre episódios de risco onde se encontram, o app tem como carro-chefe o comportamento colaborativo dos cidadãos.

Pensado como uma ferramenta de comportamento colaborativo, assim como o Waze é para o trânsito, por exemplo, o Polícia Popular tem como objetivo levar mais segurança às pessoas através de um mapeamento dos casos de risco que acontecem a todo o momento nas cidades. Mais do que meramente informativo, o aplicativo tem como principal característica o “call to action”, convidando as pessoas a se engajarem em compartilhar ocorrências, informando e sendo informadas em tempo real. Dessa forma, há a possibilidade de identificar as precauções necessárias de acordo com o ocorrido na região em que se está.

Outros alertas

O botão de alerta do Polícia Popular pode ser ativado rapidamente e a qualquer momento. Quando acionadas, as ocorrências aparecem no mapa do aplicativo, indicando seu local exato e notificando as pessoas em tempo real do ocorrido.

Além do Maria da Penha, o Polícia Popular possui diversos outros alertas. A seguir, a lista completa:

o        Acidente

o        Suspeito

o        Roubo

o        Roubo de Veículo

o        Furto

o        Maria da Penha

o        Pessoa Desaparecida

o        Animal Perdido

o        Motorista Embriagado

o        Drogas

o        Sequestro

o        Homicídio

o        Foragido 

Você consegue baixar o Polícia Popular gratuitamente na Google Play Store (https://play.google.com/store) ou na App Store (www.appstore.com).

https://www.facebook.com/PoliciaPopular/?fref=ts

Tags: esponsabilidade-ocial | mobile