Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Starbucks considera romper relações com o Facebook

Por: Redação.. 20 de Maio de 2021

Há alguns dias o Facebook divulgou os resultados fiscais correspondentes ao primeiro trimestre do ano, período em que conseguiu chegar a 2.850 milhões de usuários ativos por mês, número recorde na história da rede social que representa um acréscimo de 10% por cento.

É essa rede social que está considerando deixar a Starbucks, de acordo com o Buzzfeed, a maior empresa de café do mundo que está a poucos dias de tomar uma decisão por receber cada vez mais comentários de ódio deixados em suas publicações sobre questões de justiça social e racial.

Confira as últimas novidades sobre digital e tecnologia aqui.

Leia também: Starbucks oferecerá cardápio em Braile e letras grandes.

De acordo com os gerentes de contas da empresa, há um sentimento de frustração com o ódio e a intolerância na plataforma que poderia remover sua página do Facebook.

Os usuários do Facebook violaram os valores da marca

Um funcionário relatou que a equipe de gerenciamento da comunidade da Starbucks teve problemas para moderar respostas odiosas e não pode desativar comentários em sua página.

Eles também retransmitiram uma série de perguntas da administração da Starbucks, buscando entender como os algoritmos do Facebook moderavam ou ampliavam os comentários nas postagens.

"A Starbucks está avaliando sua presença orgânica no FB e se eles devem continuar a ter uma presença na plataforma.", escreveu o funcionário do Facebook a colegas no início desta semana.

"Cada vez que eles postam (organicamente) sobre questões sociais ou sua missão e valores (por exemplo, BLM, LGBTQ, sustentabilidade/mudança climática, etc.), eles são oprimidos por comentários negativos/insensíveis relacionados ao discurso de ódio em suas postagens."

A porta-voz da Starbucks, Sanja Gould, não confirmou se a empresa está considerando remover sua página do Facebook, mas disse em um comunicado que a empresa do café é "Contra o discurso de ódio".

Postura da Starbucks

Esta campanha de respostas odiosas tem sido uma constante para a Starbucks por muito tempo, no entanto, a pandemia de Covid-19 exacerbou-a ainda mais a ponto de ela ter que reafirmar sua posição em um apelo à criação de comunidades on-line acolhedoras e inclusivas.

“Acreditamos na aproximação das comunidades, tanto pessoalmente quanto on-line, e nos opomos ao discurso de ódio. Acreditamos que mais deve ser feito para criar comunidades on-line acolhedoras e inclusivas, e acreditamos que os líderes empresariais e os formuladores de políticas devem se unir para trazer mudanças reais.”, comentou Gould.

“Desde que a Starbucks parou de anunciar em todas as plataformas de mídia social em julho, passamos os últimos dois meses em discussões significativas com as principais partes interessadas internas e externas para nos ajudar a criar uma abordagem baseada em princípios para as demandas da nossa indústria de mídia. Em nosso caminho, monitoraremos o conteúdo de todas as plataformas, a saúde da comunidade e a adequação da marca, com um foco contínuo em: transparência (exigindo mais informações sobre seu progresso ao lidar com conteúdo que vai contra os padrões de nossa marca e onde nossos anúncios são exibidos); aplicando seus padrões em todas as plataformas (para ter certeza de que estão removendo a proibição de conteúdo; e governança e responsabilidade(para garantir que eles tenham os mecanismos para fazer cumprir e continuarão a avançar quando necessário”, complementa a porta-voz da Starbucks.

“Com base nas conversas produtivas e no engajamento dessas plataformas até o momento, avaliamos cada plataforma separadamente e retomamos a publicidade paga nas mídias sociais com base nesses princípios até o final deste ano. Manteremos nossos parceiros de mídia responsáveis ??por seus compromissos e nos reservamos o direito de revisar nossa estratégia de colocação de anúncios para garantir o progresso contínuo em direção a um ambiente on-line mais civilizado.”, finaliza Gould.

Tags: Facebook | starbucks | marketing-digital