Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

O planejamento do futuro é digital e colaborativo

Por: Ronaldo Bias Ferreira Jr.. 29 de Março de 2021

O home office comprovou ser um modelo viável, positivo e mais sustentável, em que todos ganham. Agências que eram taxadas de moderninhas antes da pandemia quanto ao home office integral (FlagCX e Live), hoje são pioneiras, e todos aprendemos que o modelo dá certo e é bom para o mundo, para o negócio, para os projetos e para os colaboradores.

Falo sobre isso porque a necessidade de acelerar a transformação digital de uma agência não só diz respeito às máquinas, mas também a um novo mindset e perfil de equipe. 

Profissionais de planejamento evoluíram no tipo de entrega, conectando diferentes ferramentas de comunicação: live, digital, PR, ativações, advertising, tudo hoje está integrado para atender às necessidades das pessoas e dos clientes.

Times de comunicação se transformaram em especialistas no negócio das agências e dos clientes. Segundo Rafael Menoya, um dos heads de planejamento da agência um.a, “Os profissionais valiosos para o planejamento são aqueles que vão além da entrega do projeto, contribuindo junto ao cliente no desenvolvimento conjunto dos objetivos e dos resultados desejados, desde a construção do briefing que vem para a agência, até o sell out no final da operação, quando os clientes de nossos clientes estão atendidos e satisfeitos.”

O profissional de planejamento do presente e do futuro é colaborativo. Entrega criatividade com eficiência. Mostra atalhos que possam transformar todo o esforço do time em resultados para os negócios de toda a cadeia de empresas envolvidas na operação do live marketing.

Menoya completa que “A sensibilidade é um dos principais atributos de um profissional de planejamento em 2021. Uma ou um planner com conhecimento profundo das transformações da sociedade busca entender a realidade como ela é e cria condições para uma execução de excelência da agência. Embasado em pesquisas e estudos, ganha a confiança das pessoas e amplia sua área de atuação, agindo de dentro para fora da agência.”

Isso acontece porque a percepção do cliente também mudou: ele quer experiências que envolvam não apenas o seu universo e de seus clientes, mas que reflitam a sociedade onde eles estão inseridos. 

O mercado e as mudanças em nossa sociedade mostram que somente assim os clientes vão se sentir seguros e retribuir oferecendo uma relação de longo prazo para as agências.

Estes são tempos de planners que entendem esse novo contexto do live marketing, em que as agências precisam ser mais especialistas, focadas e profissionais, seja no business que dominam, ou na sustentabilidade e diversidade desejada e necessária aos negócios.

São tempos de profissionais que sabem como otimizar os recursos, apresentando jobs financeiramente sustentáveis para as agências, mas também criam ideias que não envolvem custos e deixam no cliente a percepção de que são parceiros criativos, protagonistas de ideias e não apenas agenciadores de soluções.

Nessas décadas de evolução do mercado, chegamos a 2021 descobrindo que a fórmula da inovação está na inclusão das diferenças. Quando atuamos de forma conjunta, com outras pessoas, áreas, coletivos, consumidores, especialistas ou protagonistas, surge uma receita de evolução que cresce a partir das múltiplas opiniões, que chegam de diversas pessoas, com características, vivências e olhares diferentes.

Dentro da agência, esse entendimento cria espaços seguros e um bom clima organizacional, fazendo com que as áreas se unam mais, com todos livres para contribuir e focados no que importa: a satisfação do cliente, que de alguma forma paga a conta para que a evolução continue acontecendo.

Tags: artigo | digital | ronaldo-bias-ferreira-jr