Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

O hibridismo nos eventos irá se manter após a pandemia?

Por: Redação.. 6 de Outubro de 2021

Se o vírus tentou nos separar, a tecnologia, mais do que nunca, nos aproximou. Foi por ela que se tornou possível movimentar negócios e até mesmo os eventos, mesmo antes das tão esperadas vacinas.

A tendência de 2020 surgida dos efeitos da pandemia vem se firmando em 2021, onde grandes marcas apostaram no modelo para as suas apresentações.

O hibridismo na área de eventos parte do conceito de juntar o presencial e o on-line, trazendo experiências diferentes e complementares.

A alternativa, que foi criada para evitar a disseminação do vírus, mostrou ter um potencial que vai além de tudo isso. Vai conectar cada vez mais pessoas pelo mundo todo que gostariam de participar do evento mas, por muitos motivos, não conseguem fazer isso fisicamente.

Em um estudo que será apresentado na revista Promoview, que circulará na próxima semana, os participantes relataram que os eventos ajudam a gerar mais leads do que qualquer outra estratégia. 

Mesmo com essa convicção, investir em eventos pode parecer contraintuitivo quando comparado a outros métodos de marketing digital que podem atingir milhares de compradores-alvo com uma única campanha, muitas vezes, menos caro. 

No entanto, a prevalência de eventos virtuais ainda os torna uma ferramenta valiosa para o business

O momento atual pede mudanças. Essa afirmação parece óbvia, mas quem trabalha com diversos tipos de eventos ao vivo tem vivido essa nova realidade diariamente desde que a pandemia começou. Afinal, foi preciso se reinventar e planejar de forma inovadora. 

Embora o marketing digital moderno ofereça uma infinidade de maneiras de se conectar com os compradores em canais e plataformas, os eventos permitem que você se envolva com seus clientes em potencial face a face (ou tela a tela) em interações de alta qualidade. 

Esteja você falando em uma convenção de vendas ou destacando as características de seu produto ou serviço em uma feira de negócios, os eventos são uma forma valiosa de personalizar seu negócio e estabelecer uma presença forte com seu público-alvo.

Mas no futuro, o formato se sustentará sem a pandemia? De acordo com os analistas, sim! 

Entretanto, como tudo que é lançado e deseja permanecer no mercado, é preciso de atualizações. Para isso, é necessário apostar em novas tecnologias e estratégias para que o conteúdo chegue cada vez mais fácil na mão do consumidor, mas sem perder a sua essência.

Rodrigo Stocco.

Para Rodrigo Stocco, diretor da Renase que ganhou a Categoria Eventos Híbridos do Prêmio Live 2021, “Este tipo de ação será uma ferramenta de marketing ainda mais eficaz e vai fornecer um ROI diferenciado, pois vai proporcionar o cruzamento de dados e percepções pelo público dos dois ambientes."

"Será preciso aprender como medir para entender a eficácia e ajustar a estratégia para novos eventos.”, completa Rodrigo.

As possibilidades de criar conteúdos criativos, inteligentes e com recursos audiovisuais que prendem a atenção dos convidados dos eventos são maiores em um evento produzido e transmitido on-line.

O mundo está passando por um momento em que há uma real necessidade de entretenimento, e as funcionalidade de um evento híbrido trazem isso.

É preciso ressaltar que a relação custo-benefício também é ótima, visto que há redução dos gastos relacionados ao evento. 

Investimentos em itens como mão de obra, alimentação, transporte e hospedagem são significantemente menores quando comparados a eventos unicamente presenciais. Da mesma forma, há menor dependência de espaços físicos grandes, requerendo menos investimento.

A plataforma escolhida, por sua vez, deverá oferecer acesso ao conteúdo após o evento. Desta forma, o material produzido poderá ser disponibilizado de forma paga ou gratuita.

Sandro Andalafat.

Para Sandro Andalafat, diretor da Muzik, eleito Fornecedor do Ano de Equipamentos para Técnica, “Aumentar o desafio será equilibrar a experiência de quem vai estar presente com quem vai assistir pela tela."

"Isso se torna um desafio para as empresas que fornecem as estruturas de câmeras, suítes de corte e controle de som, luz, painéis de LED e outros sistemas, porque elas terão que ampliar os investimentos para atender a demanda criativa dos diretores e planners de ações de brand experience.”, ressalta Sandro.

Além disso, o hibridismo vai para além venues ou estúdios e deverá ser utilizado nas ações de rua ou em eventos ao ar livre. 

Na opinião de Sandro, haverá falta de técnicos especializados para garantir a qualidade das milhares de ações simultâneas que deverão ocorrer.

Os organizadores devem estar atentos às necessidades de um evento como esse. Entre elas,  está a tecnologia de live streaming, como um software de transmissão ao vivo ou uma plataforma de vídeos. 

Também é essencial contar com uma equipe de produção de vídeo. Isso dará ao seu evento um ar mais profissional. A internet também deve ser ideal para manter uma conexão boa e estável.

Por fim, o conteúdo apresentado, como em todo tipo de evento, deve ser relevante. Assim, tanto os participantes presenciais quanto os virtuais se sentirão motivados a participar. 

Tags: eventos-hibridos promoview tecnologia