Canal
Digital

Google Drive vai deletar arquivos 30 dias depois de estarem na lixeira

Por: Redação. 18 de Setembro de 2020

Se você usa Google Drive, é bem provável que sofra ora ou outra com a lixeira do serviço e a ausência de um recurso que elimine automaticamente os arquivos que você deseja se livrar no dia a dia pra abrir espaço na sua nuvem. 

A boa notícia é que este agouro tem data pra acabar: a partir do próximo dia 13 de outubro, o Google enfim vai passar a deletar sem questionar os documentos e pastas que estejam na seção há mais de 30 dias.

Confira as últimas novidades sobre digital e tecnologia aqui.

Leia também: Google libera gratuitamente ferramentas para ajudar no home office.

De acordo com o anúncio no blog oficial, a decisão acontece sobretudo para alinhar as políticas de uso de todos os produtos oferecidos pelo Google no G Suite, que incluem além do Drive o próprio Gmail que já conta com uma função do tipo. “Isto irá garantir que o comportamento seja consistente e previsível a todos os usuários dos produtos G Suite.” escreve a companhia.

O Google também declara que as mudanças não impactam o sistema do Backup and Sycnc e que administradores poderão restaurar itens da lixeira depois de 25 dias de deletá-los em definitivo. Os arquivos na lixeira continuam consumindo armazenamento, porém.

Além do anúncio no blog, o Google Drive deve emitir um banner a todos os usuários nos próximos dias informando da mudança, incluindo dos de Google Docs e Forms para prevenir todo mundo de não cometer o erro de usar a lixeira como “mais uma pasta” e acabar perdendo algum arquivo importante.

Tags: google | Google Drive | G Suite | marketing digital | tecnologia