Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Google Brasil celebra a ancestralidade nas redes sociais

Por: Redação.. 26 de Novembro de 2021

O Google Brasil lançou em suas redes sociais a campanha para o Mês da Consciência Negra #OrgulhoAncestral, criada em conjunto com os AfroGooglers - comitê de diversidade racial da companhia. 

A iniciativa pretende contar histórias africanas não tão difundidas, mas cujos impactos são sentidos até hoje no Brasil. A assinatura da campanha reforça: "Quanto mais a gente busca, mais a gente se encontra." 

Leia também: Google Maps cria novo recurso para o Area Business.

Se 2020 foi um ano em que a conversa sobre a pauta racial se tornou ainda mais urgente, em 2021 percebemos um aprofundamento destas discussões e um maior interesse sobre temáticas relacionadas ao assunto. 

De acordo com Rafael Camilo, líder de marca e social media do Google para América Latina, a ideia da criação da campanha veio da necessidade dos próprios brasileiros em pesquisarem sobre suas origens. 

"Nos últimos 30 dias, vimos que o Brasil é o país que mais busca por História Africana fora da África e as buscas por ancestralidade africana quase quintuplicaram nos últimos cinco anos no Brasil. Além disso, o interesse no assunto cresceu +360% nos últimos cinco anos em comparação aos cinco anos anteriores. Também houve crescimento expressivo pelos assuntos "antepassados" e "negros" buscados, juntos, em uma única consulta.", comenta Camilo.

"As pesquisas pelos temas no Brasil triplicaram (+250%) nos últimos cinco anos em comparação aos cinco anos anteriores. São dados que nos surpreendem positivamente e nos mostraram a importância de continuar falando da nossa ancestralidade.", completa.

#OrgulhoAncestral no Google Assistente 

O Google Assistente - assistente pessoal virtual desenvolvido pelo Google, que realiza tarefas do dia a dia, como ligar para pessoas, mandar mensagens e pesquisas no Google - também está fazendo parte da campanha #OrgulhoAncestral e irá ajudar a contar histórias escondidas sobre a cultura africana e suas potências intelectuais, tecnológicas e estéticas. 

Basta perguntar "Ok Google, me conte uma história sobre ancestralidade negra", que você poderá conhecer a história de Tombuctu, a cidade que sediou a maior biblioteca do mundo, ou sobre Egito negro e todo o seu legado na construção de conhecimento tecnológico, ou ainda, toda a matemática por trás das tranças e padrões nos tecidos que traziam aplicações inovadoras à época. 

 

Foto: Divulgação/Google.

 

Tags: google | redes-sociais | consciencia-negra | racismo