Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Excesso de informação prejudica marketing de influência

Por: Antonio Cervi. 6 de Janeiro de 2022

Os influencers modificaram o modo de se fazer marketing nesta década. Hoje, o marketing de influência é um dos fundamentos de propaganda da maioria das empresas.

Além do mais, o estilo de vida alcançado por esses profissionais causa admiração em seus seguidores pelo mundo inteiro.

Mas, uma vez que se trata de uma profissão nova, ainda há muitas dúvidas em relação ao seu funcionamento e sobre qual é a importância desta modalidade de trabalho para o setor.

Na opinião da BBA e especialista em marketing digital, Jennifer de Paula, os influencers não estão perto do final, mas vão ter que fazer vários ajustes para permanecer sendo relevante em meio às empresas.

“Torná-los embaixadores, por exemplo, é uma estratégia de marketing antiga e os influenciadores a trouxeram de volta”, aponta ela.

Segundo Jennifer, há alguma discordância entre o que é recomendado pelos influenciadores digitais e o que efetivamente acontece nos bastidores da área.

“ O ‘menos é mais’, tão propagado por eles, não é nem um pouco utilizado. Há muita informação, muito merchan, muito fake, muita omissão de fatos e tudo isso acaba fazendo com que tenhamos que dar passos para trás em termos de marketing”, ressalta ela.

A profissional dá como um exemplo claro disso aquilo que ocorreu com a popularização dos podcasts.

“Há tantas informações para serem disseminadas, que ouvi-las enquanto realizamos outras atividades se tornou uma necessidade”, reforçaa especialista. De acordo com ela, é nesse contexto que a figura do influenciador pode se mostrar potente. “Essa chuva de novidades está trazendo uma tempestade de ‘novas profissões’ e ‘supostos profissionais’, fazendo com que padrões antigos voltem de uma forma modernizada”, declara.

Em poucas palavras, o marketing de influência mudou para sempre o marketing de forma geral, mas, os exageros que o sucesso do ramo trouxe, estão arruinando os profissionais do setor e, desse modo, é preciso que sejam feitas inovações contínuas para preservar a autenticidade e a natureza do que torna as vendas possíveis.

“Um diploma nunca valeu tanto na era dos coachs e influencers”, conclui a especialista.

Tags: marketing-digital | rede-social | brand-experience | influenciadores-digitais