Canal
Digital

Comprar direto pelo Instagram? Sim, já é possível

Por: Redação 23 de Maio de 2016

Os números não mentem. De acordo com o Relatório Conversion do E-commerce Brasileiro 2016, este ano o setor deve movimentar aproximadamente R$ 69,76 bilhões de reais, o que representa 25% de crescimento em relação ao ano passado. A praticidade da venda online atrai cada vez mais consumidores, que buscam facilidade e agilidade na hora da compra.

Além do modelo tradicional da compra eletrônica, em que o consumidor entra no site e busca o produto, as empresas perceberam que as redes sociais são fortes aliadas. Com 400 milhões de usuários, o Instagram já é lugar ideal para grandes ou pequenas marcas atingirem seus consumidores. O NowLink, startup brasileira que em menos de 1 ano já atende mais de 100 clientes, encontrou nesse novo comportamento do consumidor uma oportunidade.

“O Instagram é uma das maiores redes sociais da atualidade e as marcas já postavam fotos dos produtos, usando-o como uma vitrine virtual. Hoje, conseguimos fazer dessa vitrine um novo canal de vendas e temos recebido feedbacks muito positivos dos clientes, alguns com aumento de venda superiores a 400%”, comenta Karol Fernandes, sócia fundadora do NowLink.

Entre as marcas atendidas pela startup estão varejistas como Dafiti, Schutz, Arezzo, Reserva e Netshoes. Para o funcionamento da plataforma, uma URL é colocada na bio do Instagram da marca e, quando o cliente acessa, passa para uma página “espelho”, onde é possível clicar nas fotos e cair direto na página do produto, otimizando o tempo gasto com buscas no site, por exemplo.

“A experiência permite ao consumidor uma compra tão dinâmica quanto a agilidade que o Instagram proporciona. E é exatamente isso que o consumidor deseja. O NowLink facilita o processo de compra, aumentando a taxa de conversão e, consequentemente, as vendas”, conclui Karol Fernandes

Tags: Atletas