Especial
Brand Experience em 2020

João Mattos: Você acha que está tudo bem?

Por: Redação. 10 de Abril de 2020

Promoview: Como a agência está encarando essa pandemia?

João Mattos: Bom, em primeiro lugar, com muita seriedade, responsabilidade, e essa responsabilidade é com a minha equipe e seus familiares, meus parceiros que estavam dentro de um projeto cancelado ou não, meus clientes, meus amigos. Este é o momento de se manter calmo e com a cabeça boa, com pensamentos positivos e cada um de nós fazermos a nossa parte com muita responsabilidade. É um período de “Repensar suas atitudes”.

Promoview: Na parte prática, como o trabalho tem funcionado e como estão se adaptando ao home office?

João Mattos: A gente continua fazendo os nossos planejamentos que estavam em andamento, bem como as do futuro, e, principalmente, como podemos propor ideias e tendências neste momento. Devo dizer que o trabalho home office que eu fazia era mínimo, e, com a pandemia, todos nós tivemos que trabalhar neste sistema. Foi uma semana de adaptação, mas depois funcionou muito bem, fiquei surpreso, uma boa surpresa. Estabelecemos uma metodologia de reuniões periódicas com os líderes e com as suas equipes.

Promoview: E a relação com os clientes... a rotina de contatos?

João Mattos: Eles realmente estão aguardando o desdobramento da situação porque é aquela pergunta que vale US$1MM. Quando irá terminar a pandemia? Ninguém sabe. É avaliado semanalmente, diariamente, hora a hora e muito atento às decisões do Governo Federal, Estadual e do Município. Da nossa parte, estamos muito próximos aos nossos clientes dividindo e propondo soluções, pois temos que pensar juntos e planejar as ações para o futuro.

Promoview: E sobre a medida governamental que vai financiar salários e facilitar a questão de tributos.

João Mattos: Com certeza é superpertinente e o governo tem que fazer a parte dele e espero que outras medidas sejam feitas e que continuem após a pandemia como as reformas que estão há décadas atrasadas em nosso país. Da nossa parte, na agência não estamos aderindo em função de que a nossa administração é muito controlada e sólida, e, desde sua fundação, foca na questão de provisionar seus recursos a médio e longo prazo para que em momentos como este possamos manter a sustentabilidade de nosso negócio e de nossa equipe.

Promoview: A pesquisa perguntou sobre as relações comerciais. E um mercado como o nosso, que fala tanto da necessidade de mudar... você acredita que esta crise pode mudar as coisas?

João Mattos: Este é o momento para mudar, e tem que mudar, ter outro posicionamento, comprometimento, e principalmente,: “SER ÉTICO, SER HONESTO E SER TRANSPARENTE” em nosso mercado de live marketing. A relação Cliente x Agência x Fornecedores tem que focar nestes pilares.

Por quê? Porque, infelizmente, esta relação não está sendo justa. A maioria trabalha nos princípios de valor, mas infelizmente muitas outras ainda comentem erros de conduta. Enfim, tudo isto tem que acabar!

Todos temos que ser corretos, principalmente as agências que têm que ser “Éticas, honestas e transparentes” porque estou cansado de escutar que: Falam A e Pregam B. E para isto vale:

- Participar de concorrências com 5, 6, 8, 10 ou mais agências e tudo bem;

- Abaixar a taxa a 7% 6%, 5%, 4%, 3%, e tudo bem;

- Aceitar pagamentos 60, 90, 120 ou mais dias, e tudo bem;

- Aceitar briefings totalmente irreais, e tudo bem;

- Aceitar a quebra da propriedade intelectual, e tudo bem;

- Aceitar o briefing sem mencionar o budget e quais são os participantes, e tudo bem;

- Não receber feedback com métricas coerentes do projeto reprovado, e tudo bem;

Não está nada bem!!!

Acordem agências de live marketing, parem de olhar os seus umbigos, de aceitarem, de agirem incorretamente. E isto vale também para a cadeia de fornecedores.

Gente, somos muito mais competentes que tudo isto. Temos que levantar a régua do mercado, temos que ser: “Éticos, Honestos e Transparentes”, isto sim é FICAR TUDO BEM!!!

E a nossa regulamentação gente? Todos unidos podemos exigir, e unidos digo, agências, fornecedores, associações diversas que existem no Brasil e os próprios clientes que serão beneficiados em prol de um único objetivo: A regulamentação de nosso mercado.

 Promoview: Quais os aprendizados deste momento.. qual sua mensagem aos colegas do mercado?

João Mattos: A palavra pra isso tudo que falamos aqui é resiliência, que vem do latim significa “voltar atrás”, então nós sempre nestes momentos, temos que dar 2 passos pra trás para dar 3 pra frente. Ao longo da minha trajetória, desde 1980, já passei por vários desafios e não será este que irá me derrubar, muito pelo contrário, tenho muita lenha para queimar ainda e superar este momento que estamos vivendo, que com certeza, vai nos tornar Seres humanos melhores em todos os sentidos. Valorize as pequenas coisas desta vida tão linda que foi lhe dado, seja humilde. E acredite em você, tenha sempre um pensamento positivo e atuante.

Promoview: E qual sua expectativa sobre o pós Covid-19. Você acredita que o uso das ações presenciais pelos clientes vai diminuir?

João Mattos: Não, eu não acredito nisso, e, na verdade, nosso mercado estava crescendo bastante, mas quando terminar essa pandemia, nós vamos voltar com tudo e vai voltar a crescer. Lógico que com toda esta experiência que estamos vivendo, vamos aprimorar no olhar digital e experimentar também as melhores tecnologias mundiais para o nosso dia a dia e alavancar o nosso mercado, levando as melhores soluções para aproximar marcas e pessoas.

Se cuidem, cuidem de seus familiares e principalmente dos 60+

Vamos passar, até breve!!!

 

Tags: Entrevista | agência-de-live-marketing | mercado-de-eventos | melhores-da-semana | brand-experience | D/Mattos | Coronavírus | Covid-19 | João-Mattos | agência-de-brand-experience