Canal
Brand Experience

Público do Festival João Rock transforma Camaleão em mascote

Por: 5 de Junho de 2017

Uma divertida campanha teve início em 2016 para alertar aos fãs do Festival a não perderem tempo, a “não moscar” (vacilar no dicionário informal!) e ficar de fora do evento, que tem ingressos concorridos, que se esgotam rapidamente.

O João Rock acontece em 10 de junho, em Ribeirão Preto, onde 18 bandas de rock e subgêneros tocarão para 50 mil pessoas em 3 palcos.

A receptividade dos fãs do Festival ao Camaleão foi realmente espontânea, intensa e emocional. “O camaleão passou de personagem a um mascote querido. Ele identifica de forma divertida através de suas expressões (foram criadas diversas) o ‘life style’ dos amantes do João Rock, que se identificaram espontaneamente com a figura.”, conta Paulo Neto coordenador da campanha de comunicação do evento e idealizador da personagem.

“O camaleão se transforma de acordo com o ambiente, mas continua sendo o camaleão. E é dessa forma que enxergarmos a cena do rock nacional e todos seus subgêneros. Nosso slogan da campanha institucional traduz muito bem isso: ‘A música se transforma, a cena se reinventa’. E, consequentemente, o próprio Festival.”, completa.

Este ano o Camaleão será o protagonista de diversas ações, interagindo com o público e com marcas patrocinadoras, inclusive na comunicação do palco do evento, LEDs e ações nas Redes Sociais.

Camaleão vira camiseta, tema de excursão e tatuagem

O amor pelo rock nacional e pelo João Rock resultou em uma tatuagem na perna de Jaqueline Andrade de Lima. A auxiliar de farmácia moradora de Porto Ferreira/SP é fã do festival há 10 anos – quando começou a frequentá-lo. “Eu adorei o Camaleão. Vi nesse mascote a possibilidade de mostrar meu amor pela música e pelo João Rock. Eu já tinha pensado em tatuar a logo do Festival, mas o Camaleão, que se transforma, trouxe uma mensagem que me identifiquei muito.”, conta.

As excursões também “adotaram” o mascote. Camisetas, canecas e plaquinhas estão entre os objetos temáticos desenvolvidos pelos grupos. “Adoramos o camaleão porque ele é muito conceitual, traz o que o Festival é para a música e é bonito como personagem”, diz Isabela Louvato Caminiti, organizadora de uma excursão com 150 pessoas que sairá de Marília/SP. Todos os integrantes receberão uma caneca estampada com o mascote.

Além de interagir nas redes sociais, o camaleão aparecerá em uma cartela de tatuagem temporária que será distribuída no dia do evento.

Tags: Evento Convenção | Cultura | Festas Regionais | Profissional de Mídia