Canal
Brand Experience

Feimec já tem data e local definidos

Por: Assessoria GL events. 25 de Janeiro de 2016

Para enfrentar o cenário atual, de acordo com a Abimaq, a participação das empresas na Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos (Feimec) torna-se estratégica. Segundo Carlos Pastoriza, presidente do Conselho de Administração da Abimaq/Sindimaq, para vender em um ano de crise o empresário precisa de ações novas.

"Para vender mais, é preciso ampliar a carteira de clientes, abrir novos mercados, e a Feimec é o instrumento adequado para isso.", receita Pastoriza.

Foto: Reprodução/Google.

"A feira  de negócios vai levar ao expositor novos mercados, novos clientes e vai ajudá-lo a aumentar sua base de prospects.", completa o executivo

A Feimec está trabalhando também na abertura de mercado mundial com o Projeto Comprador da Apex, Projeto Imagem, e com um trabalho sério nos principais países produtores e compradores de tecnologia.

A feira de negócios conta com o apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), por meio de uma iniciativa intitulada Projeto Comprador, que tem como objetivo trazer importadores de países-alvo para contato com fabricantes brasileiros.

A Rodada Internacional de Negócios da Feimec possibilitará que fabricantes nacionais de máquinas e equipamentos se encontrem com compradores estrangeiros em reuniões previamente agendadas, propiciando assim oportunidades para que a empresa brasileira amplie a sua capacidade exportadora.

A Feira

Pela sua importância, a feira de negócios recebeu apoios como o da Association For Manufacturing Technology (AMT), que representa os fornecedores de tecnologia de manufatura dos Estados Unidos, e da VDI-Brasil, Associação de Engenheiros Brasil-Alemanha, que promove e incentiva a cooperação tecnológica entre os dois países.

Iniciativa da Abimaq e mais de 30 entidades setoriais, em parceria com a Informa Exhibitions, a Feimec será realizada entre os dias 3 e 7 de maio, no São Paulo Expo,  cuja infraestrutura é apontada pelo empresariado como um dos fatores que fizeram as empresas aderir ao projeto.  

Quando concluído integralmente, o São Paulo Expo será o maior Centro de Exposições do Brasil em área coberta, com 100 mil m². O espaço será dividido em 90 mil m² para a área de exposições e 10 mil m² para o centro de convenções.

O projeto conta com o maior edifício garagem do Brasil, já concluído e operando, com 4.500 vagas de estacionamento coberto, além de se preocupar com questões sustentáveis como a reutilização de água das chuvas, destinação adequada para resíduos e uso racional de energia.

De acordo Daniel Galante, diretor de Operações da GL Events, que está investindo R$ 400 milhões no projeto São Paulo Expo, os pavilhões de 1 a 3 já estão com piso, ar-condicionado e elétrica concluídos, e o de número 4 começa a receber esses benefícios.

O executivo prevê para abril a conclusão das obras das quatro alças de acesso na rodovia Imigrantes, que vão desviar o trânsito local do bairro.

O complexo fica localizado a 850 metros do metrô Jabaquara, a 10 minutos do aeroporto de Congonhas e fora do perímetro de restrição municipal (rodízio) de veículos de passeios e de carga, o que simplifica a logística de montagem e desmontagem da feira.

Tags: