Canal
Brand Experience

Chega a São Paulo a exposição "Essa cidade é invisível?"

Por: CicloUtopia. 13 de Setembro de 2015

Discutir e sensibilizar sobre a ideia de mobilidade urbana, e, principalmente, as mudanças de perspectiva que acontecem na cidade quando a bicicleta é incorporada ao dia a dia, levantando questões sobre espaços públicos, relações humanas, qualidade de vida e sustentabilidade.

Esses são os principais objetivos do projeto “Essa cidade é invisível?”, produzido pela organização CicloUtopia, fundada em Nova York pela artista transmídia norte-americana Jeanne Hilary e trazido para o Brasil pela fotógrafa paulistana Sylvia Sanchez.

Foto: Jéssica Findley.

Em Nova York, o projeto existe desde 2013, realizando uma série de ações, como concurso fotográfico, exposições e debates sobre essa temática tão importante nos dias de hoje. Neste ano, a convite da fotógrafa Sylvia Sanchez, o projeto “Essa cidade é invisível?” está sendo feito numa parceria entre Nova York e São Paulo, criando um diálogo visual entre as duas metrópoles, através da arte e da fotografia.

Assim, a partir de agora, obras de 16 artistas brasileiros e americanos que tratam sobre a cidade e sobre as possibilidades urbanas trazidas pela bicicleta, poderão ser vistas em uma exposição no Centro Cultural São Paulo, e no North Brooklyn Farms, em Nova York. As obras também farão parte de uma instalação pública de arte, nas ruas próximas ao Centro Cultural SP e às ciclovias. É a exposição para ser vista de bike (e de patins, carroça, carro, ônibus).

Artistas e coletivos como TEC, Bijari, 6emeia, Felipe Russo e Garapa integram o “Essa cidade é invisível? SP | NYC”. E a CicloUtopia convidou Baixo Ribeiro, fundador do Instituto Choque Cultural e um dos principais nomes brasileiros em relação à arte pública, para fazer a cocuradoria da exposição e da instalação pública de arte.

Para completar a experiência do público, a CicloUtopia fez parceria com o Blippar, um aplicativo inglês inédito no Brasil que permite que, ao fotografar uma imagem, se tenha acesso a conteúdo on-line exclusivo. Com isso, fotografando qualquer uma das imagens da exposição, os visitantes acessarão vídeos exclusivos sobre cada um dos artistas.

“O colapso de São Paulo está fortalecendo um personagem que sempre esteve nas ruas, porém sem muita atenção. A bicicleta está ganhando cada vez mais adeptos e destaque. Falar sobre bike é falar sobre a cidade, sobre espaços públicos, relações humanas, qualidade de vida, acessos democráticos. Por isso, tanto em SP quanto em NY, é fundamental que se dialogue com essa questão. E que melhor maneira de engajar e sensibilizar as pessoas, tornando tudo isso visível, do que a arte e a fotografia?”, afirma Sylvia Sanchez.

E, nas palavras de Baixo Ribeiro: “Essa Cidade É Invisível? é uma exposição dinâmica, que exige do público uma participação efetiva e ativa. Uma exposição que contempla o ciclista e celebra a vida vivida em cima da bicicleta, o passeio pela cidade e o espaço público. O Centro Cultural São Paulo mostra a sua abertura para a cidade, a sua permeabilidade natural e espiritual.”

Tags: