Canal
Brand Experience

Carnaval Skol Floripa foi Pop e Rock

Por: Assessoria 1 de Março de 2017

Que o Carnaval do Brasil se transformou numa festa para todas as tribos e estilos, todo mundo já sabe e, pensando assim, este ano a SKOL quebrou todos os padrões e surpreendeu os foliões com o carnaval mais plural que Floripa já viu! 

Valorizando as liberdades individuais, a SKOL trouxe eventos democráticos e gratuitos. Na última noite (28), mais de 70 mil pessoas curtiram o Carnaval SKOL Floripa ao som da banda Melanina Carioca e dos feras do pop-rock nacional, Jota Quest.

“É o quinto ano consecutivo que a Skol faz um lindo Carnaval de rua em Floripa, com muita diversão e shows de artistas nacionais, que contemplam os mais diversos estilos musicais, passando pelo funk, rock, samba, eletrônico e pop.” conta a gerente de marketing regional da SKOL, Nathalia Freitas. 

“Eu amo Floripa, ontem estávamos em Recife, a cidade do frevo, e fizemos um show lindo lá. O carnaval está cada vez mais ganhando o coração de foliões que curtem estilos diferentes e respeitam a forma de ser de cada um”, afima Rogério Flausino, vocalista da banda Jota Quest.

Cinco dias redondos

Para fazer do carnaval de Floripa inesquecível, a Skol - em parceria com o club Green Valley - trouxe a folia mais cedo e no dia 19 de fevereiro colocou na rua o bloco “Vem elétrico que o trio é redondo” conduzido pelo fenômeno da cena eletrônica brasileira, Dj Alok, que reuniu mais de 70 mil pessoas no centro da capital. 

Abrindo oficialmente as comemorações do Carnaval SKOL Floripa, na sexta-feira, dia 24 de fevereiro, Mc Koringa e Ludmilla animaram o público com o melhor do funk carioca.

 No dia seguinte, sábado (25.02), o Carnaval de rua ficou redondo e marcou história. A campanha “Apito contra o Assédio” da Skol distribuiu mais de 10 mil apitos e 4 mil balões com frases que alertavam para o comportamento transgressivo de algumas pessoas. 

A ação aconteceu no tradicional Bloco dos Sujos, incluindo os blocos Jivaguetchys e Pauta que Pariu.

Depois a festa seguiu para a Praça Fernando Machado com o show dos Hawaianos. Já no domingo (26.02), foi a vez do funkeiro Mc Sapão e da Turma do Pagode agitarem a multidão de mais de 170 mil pessoas. 

Na segunda-feira, quarto dia de folia, a festa continuou redonda e contou com a apresentação da 24ª edição do Pop Gay - evento promovido pela Prefeitura Municipal de Florianópolis - e o show nacional com a cantora Lexa. 

Encerrando as comemorações do carnaval redondo, a SKOL e o Jivago colocaram novamente na rua o bloco “Vem elétrico que o trio é redondo”.  Dessa vez, o trio foi comandado pelos DJs Victor Ruiz, BLANCAh e Ely Yabu. 

No final da noite a festa continuou com o Carnaval SKOL Floripa, na Praça Fernando Machado ao som das bandas Jota Quest e Melanina Carioca. “Foi lindo, foram mais de 500 mil pessoas curtindo cinco dias de festa.

 Tanto em shows, quanto ruas e camarote, o público aproveitou toda a pluralidade que o carnaval proporciona com respeito e muita animação. Foi uma festa heterogênea, com pessoas que se respeitavam e se divertiam, sem preconceitos e rótulos. 

E a ideia é essa, quanto mais redondo, melhor. Felicidade não tem cor, nem tamanho, nem nada. E queríamos exatamente isso, ver todas as tribos juntas curtindo um carnaval feliz.”, conclui Nathalia Freitas.

Tags: Carnaval | Bebidas Não Alcool | Cultura | Música