GERAL

Epitáfio? Ainda não. Lema de vida!


23 de Dezembro de 2020

Mais uma vez, uma letra de canção me inspira o texto.

Muita gente desesperançosa com os dias atuais e com a própria vida tem esquecido de se distrair e preparam epitáfios tristes sem saber.

Ouvindo Titãs, me dei conta que todos nós, em graus diferentes, estamos assim.

Cientes ou não de que estamos prestes a renascer, há quem só pense no fim.

Resolvi mostrar o começo pelo texto da canção Epitáfio:

¨Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o Sol nascer¨

Ao longo da vida e das experiências que ela nos traz, muitas vezes, por ignorância, altivez, presunção, esquecemos de viver oportunidades, conviver e aprender, se emocionar e renascer... como o Sol.

¨Devia ter arriscado mais
E até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer¨

O medo de errar nos faz fracos, tacanhos e intolerantes com quem nos mostra o lado bom do antigo e do novo.

O importante é sermos sempre nós mesmos e fazer o que nossa consciência manda.

¨Queria ter aceitado
As pessoas como elas são
Cada um sabe a alegria
E a dor que traz no coração¨

É difícil aceitar as pessoas como elas são, porque elas são nosso espelho de bruxa e mostram a verdade que não queremos ver.

E cada SER é como tem que ser, cada um com suas próprias dores e verdades, sempre diferentes das nossas, porque são únicas.

¨O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído¨

Distraídos, venceremos, como sempre disse um amigo, protegidos pelo que chamamos de acaso, mas que, na verdade, é o nosso destino, que nos chama sempre e não damos ouvidos, se só ouvimos o crítico feroz que quer que seja do jeito dele.

Vamos nos distrair, então.

¨O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar¨

Vamos andar com nossas próprias pernas e deixar que os outros andem com as deles. É melhor.

¨Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o Sol se pôr¨

Trabalhamos muito. E pra que, às vezes? Para sermos criticados pelo trabalho?

Empreendamos por caminhos, complicando menos e brindando ao pôr do Sol.

¨Devia ter me importado menos
Com problemas pequenos
Ter morrido de amor¨

Nossos grandes problemas não são grandes para os outros.

Não é raro que sejam pequenos problemas que os outros nos mostram enormes para que fiquemos neles.

Abrace, beije, sinta prazer. Morra de amor. É sempre o menor dos bons problemas e programas.

¨Queria ter aceitado
A vida como ela é
A cada um cabe alegrias
E a tristeza que vier¨

Aceite sua vida como ela é, mas faça-a você mesmo, ninguém mais.

Sua alegria será sua, assim como sua tristeza também, não a que colocarem em você.

¨O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído¨

O acaso vai nos proteger. Distraia-se.

¨O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar¨

Andemos por nós e ajudaremos melhor os outros.

Enquanto houver Sol, Fazer o quê?

É preciso saber viver.

Vivamos pelos caminhos que existirem em nós!

 

Texto inspirado na letra da música Epitáfio, de Sérgio Brito, gravada pelos Titãs.

Músicas citadas: Enquanto houver Sol, O que fazer?, É preciso saber viver.

Tags: